Artigos

300 anos para descobrir 16000 espécies de árvores arbóreas na Floresta Amazônica

300 anos para descobrir 16000 espécies de árvores arbóreas na Floresta Amazônica

A floresta amazônica é o lugar mais abundante e misterioso do planeta, com uma biodiversidade que poderia levar vários séculos para ser catalogado, de acordo com um novo estudo. Estima-se que a floresta tenha cerca de 16.000 espécies de árvores diferentes.
Os chamados “pulmões da Terra” são apenas parcialmente descobertos após muitos anos de exploração, e permanecem cheias de surpresas botânicas sobre o qual biólogos atualmente só podem especular.

Apesar da variedade impressionante de vegetação na Amazônia, as comunidades indígenas conseguiram obter um conhecimento invejável das propriedades medicinais de muitas das plantas da floresta.

A ciência moderna, por sua vez, assumiu o desafio de registrar sistematicamente (não literalmente) cada planta descoberta na floresta tropical. Após um estudo a partir de registros de museus de todo o planeta, os pesquisadores por trás do mais recente relatório onde mostra os estudos desde os primeiros botânicos, quando partiram por volta de 1707, se encontrou um catálogo com 530.025 coleções realizadas na região, produzindo 11.676 espécies diferentes de árvores, pertencentes a 1.225 gêneros e 140 famílias.

Nas últimas duas décadas, se tem visto uma desaceleração significativa no número de novas espécies. Embora o valor proposto de 16.000 espécies seja apenas uma estimativa, os pesquisadores explicam que, com base em cálculos do número de plantas descobertas por lote na terra, eles são razoavelmente confiantes de que esta extrapolação seja a mais precisa.

Autor: Cristian Reis Westphal
contato@sustentahabilidade.com

Artigos

Estudante de Engenharia Química. Desde 2009 lidera o projeto Ciência e Astronomia, que compartilha informações nas áreas da ciência e astronomia. Trabalha com divulgação científica em escolas e disponibiliza telescópios para observações em praças.

Mais em Artigos

Inovação

Os Desafios da Inovação Aberta no Brasil

Roberto Mangraviti21 de agosto de 2019

Socialismo é o oposto do Capitalismo?

Convidado20 de agosto de 2019

Amigas para sempre…relação mutualística

Karen P Castillioni19 de agosto de 2019

Balneabilidade das praias: bandeira verde ou vermelha?

Laís Nunes15 de agosto de 2019
O mecanismo de defesa de uma planta leva a lagarta ao canibalismo

O mecanismo de defesa de uma planta leva a lagarta ao canibalismo

Karen P Castillioni11 de agosto de 2019
Alimentos Imunológicos

Alimentos imunológicos… conheça-os

Dr Leo Kahn2 de agosto de 2019
Minuto ODS -Cidades e Comunidades Sustentáveis

Vídeo Minuto ODS 12 – Consumo e Produção Responsáveis

Bel Gimenez30 de julho de 2019
Podcast - Sua empresa deve ou não ter um departamento de sustentabilidade

Podcast – Sua empresa deve ou não, ter um Departamento de Sustentabilidade?

Roberto Mangraviti29 de julho de 2019
Hotel de Maceió estimula turismo sustentável

Hotel de Maceió estimula turismo sustentável

Roberto Mangraviti28 de julho de 2019

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »