Artigos

A EuroCopa é maior que a Copa do Mundo?

A EuroCopa é maior que a Copa do Mundo?

O sucesso das equipes europeias, levanta a questão à quem valerá a pena sediar as Copas do Mundo de futebol, no futuro. Vale lembrar que as 4 últimas sedes escolhidas, são de países do terceiro mundo. Esta aparência começou a tomar forma, a partir do torneio disputado na Alemanha (2006), a última potência a organizar o evento. Pois, África do Sul ( 2010), Brasil (2014), sediaram as duas últimas, e Rússia (2018) e Catar (2022), organizarão as duas próximas, curiosamente países onde a evolução social ainda é incipiente, mesmo no Catar, que possui a riqueza do petróleo.

É possível portanto que a tal história de “legado” ou atração pelos dólares dos torcedores/turistas, não mais sensibilizam países prósperos e fortes economicamente, pois não necessitam destes “motivos” para sediarem o mega evento. Ou pior ainda, isto nunca tenha sido ( ou deixou de ser ?) verdade, e teria sido utilizado por países subdesenvolvidos, para proporcionar oportunidades de lambanças administrativas de seus governantes, extrapolando gastos, como ocorreu no Brasil.

Até porque, é provável que a Copa Europa de Seleções, hoje atraia mais público e interesses comerciais, que a própria Copa do Mundo. Pois seria mais seguro e rápido, para um cidadão alemão deslocar-se até França, apesar do terrorismo, e manter o dinheiro no mercado europeu, do que contrair zika ou dengue em nações pobres. Ademais, as seleções europeias, mais Brasil e Argentina, são as protagonistas do evento que já foi sinônimo de evento mor do esporte. Contudo com a crise econômica nos países sul-americanos, e a incompetência organizacional em todas as áreas de interesses, as antigas potências futebolísticas, Brasil e Argentina, não reúnem sequer qualidades esportivas, muito menos as econômicas. Desta forma somente a qualidade europeia, hoje impacta neste esporte, levando-nos a acreditar que a Copa Europa hoje, talvez já seja, o maior e mais interessante evento.

Mais ainda … a própria Liga dos Clubes Campeões da Europa, talvez seja hoje um evento mais importante, que a Copa do Mundo de Seleções. Para um jovem consumidor brasileiro, atualmente, é mais provável que possua uma camisa do Barcelona ou Chelsea, do que uma “10” do Pelé.

Se considerarmos a importância do futebol na cultura dos países, especialmente no Brasil, esta nova realidade é mais um desastre colhido em nossa nação, decorrente da nossa desorganização, esta sim “campeã” do mundo.

Quando soubermos qual nação sediará a Copa do Mundo de 2026, talvez a competição tenha se tornado um evento quase nanico, confirmando a tendência da curva atual e ratificando a qualificação dos organizadores dos últimos tempos, onde ser um país do terceiro mundo, será condição sine qua non, para sediar a Copa do Mundo Fifa de Futebol.

Foto: Getty Images (Cristiano Ronaldo levanta a taça da Eurocopa)

Autor: Roberto Mangraviti
contato@sustentahabilidade.com

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Artigos

Economista e Facility Manager em Sustentabilidade. Editor, diretor e apresentador do Programa Sustentahabilidade.com pela WEBTV. Consultor da ADASP- Associação dos Distribuidores e Atacadistas do Estado de São Paulo e colunista do site do Instituto de Engenharia de São Paulo.

Mais em Artigos

São Paulo

Cidade de São Paulo – TODOS são “fumantes”.

Roberto Mangraviti9 de dezembro de 2017
Leite e Qualidade

Leite: qualidade, processamento e as nomenclaturas comerciais.

Convidado8 de dezembro de 2017
Pré-História

Homem … 45 mil anos de impacto ambiental

Ricardo Rose7 de dezembro de 2017
Gestão Ambiental

Gestão Ambiental portuária, Ônus ou Oportunidade?

Roberto Roche5 de dezembro de 2017
equipes

Equipes de Crise Corporativa

Roberto Mangraviti2 de dezembro de 2017
Energia Aeólica

A Cidade de Saerbeck planejou e realizou o futuro.

Roberto Mangraviti1 de dezembro de 2017
Demitir Clientes

Momento(s) de “demitir” um cliente !

Roberto Mangraviti30 de novembro de 2017

A revolução das impressoras 3D: Impressão de pontes de aço

Cristian Reis Westphal29 de novembro de 2017
Gestão Hospitalar

A moderna gestão hospitalar e a questão ambiental.

Roberto Roche27 de novembro de 2017

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »