Artigos

A Grande Nuvem de Magalhães pode ter um novo satélite

A Grande Nuvem de Magalhães pode ter um novo satélite

A Via Láctea é orbitada por várias dezenas de satélites, e galáxias muito menores do que a nossa. O maior delas é chamado de Grande Nuvem de Magalhães, e uma nova pesquisa sugere que a Nuvem pode ter um pequeno satélite próprio.
Uma equipe internacional de pesquisadores, liderada por Nicolas Martin, do Observatório de Estrasburgo, na França, encontrou um pequeno sistema estelar, chamado SMASH um localizado a 29 anos-luz de raio e que está provavelmente relacionado com a Nuvem de Magalhães. O sistema é muito pequeno e se encontra a cerca de 186.000 anos-luz da Via Láctea.
“É muito provável porque sua distância de nós e a posição no céu colocam na esfera de influência da Nuvem de Magalhães”, disse Martin ao site Phys.org. “Mas também é possível que a sua velocidade signifique que sua órbita não está vinculada à Nuvem. Apenas observações de acompanhamento poderão confirmar a associação.”

Em um estudo, disponível on-line e aceito para publicação no Astrophysical Journal Letters, os pesquisadores discutem como a SMASH 1 é semelhante a outro satélite potencial da Nuvem conhecida como NGC 1841. Ambos estão dentro do poço potencial da Nuvem de Magalhães, embora eles sejam encontrados a uma distância significativa a partir dele, com o SMASH estando a 42.000 anos-luz de distância.

A equipe está planejando observações de acompanhamento para medir a velocidade tridimensional do cluster. Isso deve fornecer informações suficientes para avaliar se SMASH 1, de fato, pertence a Nuvem de Magalhães.

Texto: Cristian Reis Westphal
contato@sustentahabilidade.com

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Artigos

Estudante de Engenharia Química. Lidera há 7 anos o projeto Ciência e Astronomia, que compartilha informações nas áreas da ciência e astronomia. Trabalha com divulgação científica em escolas e disponibiliza telescópios para observações em praças.

Mais em Artigos

Fragilidade Humana

A fragilidade humana …”matéria prima” dos ditadores.

Roberto Mangraviti17 de janeiro de 2018
Investimento

Investimento X Resultado em Qualidade e Sustentabilidade

Roberto Roche16 de janeiro de 2018
crise economia

Consequências da crise econômica: quem vai registrá-las?

Ricardo Rose15 de janeiro de 2018
Lições de Mark Zuckerberg

Lições de Mark Zuckerberg para universitários brasileiros

Roberto Mangraviti14 de janeiro de 2018

Como aparar as asas de aves mantidas como pet

Adriana Tereza Petrocelli13 de janeiro de 2018

Conheça nossa nova Colunista: Adriana Tereza Petrocelli

Bel Gimenez13 de janeiro de 2018
O preço do cobre, os veículos elétricos e a energia renovável

O preço do cobre, os veículos elétricos e a energia renovável.

Roberto Mangraviti12 de janeiro de 2018

Desmatamento na Amazônia, é um estrago irrecuperável?

Roberto Mangraviti10 de janeiro de 2018
Locais acidentados

Visitas de autoridades aos presídios e locais acidentados.

Roberto Mangraviti9 de janeiro de 2018

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »