Artigos

Adolpho Bloch: pai fundador da Rede Manchete de Televisão

Adolpho Bloch: pai fundador da Rede Manchete de Televisão

Adolpho Bloch, renomado empresário da comunicação brasileira, nasceu em 08 de outubro de 1908, na pequena cidade de Jitomir, interior da Ucrânia, na Europa Oriental.
Era o mais novo dos oito irmãos do casal Joseph Bloch e Ginda Bloch e com sua família chegou ao Brasil em 1922 e logo já começa a trabalhar com seu pai em gráficas, oficio que já realizara em sua terra natal.

Na metropolitana cidade do Rio de Janeiro, a gráfica chamava-se Joseph Bloch & Filhos.

O boom das revistas impressas

O boom das revistas impressas

Na década de 50, já com Adolpho Bloch no comando, a empresa se transforma em Bloch Editores, quando em 1952, lança uma grande e impactante revista chamada Manchete, que em poucos anos passou a competir com a revista O Cruzeiro como a publicação semanal mais vendida no país.
O êxito publicitário e editorial da Revista Manchete, proporcionou o surgimento de novos e bem sucedidos títulos, como Fatos e Fotos, Pais e Filhos e em janeiro de 1970 o lançamento da Revista Amiga, no segmento de cobertura de assuntos relacionados a Televisão.

Migrando para TV

Migrando para TV

Em março de  1981, Adolpho Bloch recebe a concessão de 5 (cinco) emissoras de TV,por decisão do então Presidente João Figueiredo, incluindo o canal 6 do Rio de Janeiro e o canal 9 de São Paulo.
Era o inicio da constituição de uma nova rede de televisão, que dois anos depois a exatos 05 de junho de 1983, pode ser oficialmente inaugurada, diretamente do Edifício Sede da Manchete, na Rua do Russel, bairro da Glória no Rio de Janeiro.
A exemplo de suas antecessoras, a TV Manchete foi sucesso desde seu principio, com programas que se tornaram clássico como Clube da Criança ,que lançou a apresentadora Xuxa Meneghel e o inovador Jornal da Manchete, que deu uma nova “cara” para o telejornalismo.
No ano seguinte, 1984,a Manchete transmite com exclusividade o Desfile das Escolas de Samba do Rio de Janeiro, e lança as primeiras produção na área da dramaturgia, área de supra-destaque da emissora, relevando dezenas de grandes valores para a historia da TV, como Cristiana Oliveira, Tais Araújo,  entre outros.

E Adolpho Bloch supervisionava pessoalmente todo esse processo de produção, inclusive sugerindo enredos para as tramas , como no caso de Kananga do Japão (1989), baseado em suas memórias dos tempos de juventude.
Na musica, outra indelével contribuição, como especiais excelentemente produzidos, retratando nomes tão importantes e tão diversificados como Tom Jobim, Marisa Monte e Cazuza.

O espetacular programa Bar Academia, apresentado por Walmor Chagas, é uma exemplar amostra dessa preocupação cultural da emissora de Adolpho Bloch.
E o segredo do sucesso da Manchete era, certamente, reunir um time competente e estrelado, de grandes profissionais que marcam a historia da TV brasileira, como Arnaldo Niskier, Moyses Weltman, Mauro Costa, Fernando Barbosa Lima, Nilton Travesso, Manuel Carlos, Walter Avancini, Sergio Britto, Bráulio Pedroso, Regis Cardoso,  Zevi Ghivelder, só para citar alguns destacados  valores.
Adolpho Bloch falece em São Paulo, em 19 de novembro de 1995, aos 87 anos, concluindo uma obra editorial e  radio-televisiva  de grande marco para o Brasil.

Seu legado pode ser resumido em seu pensamento “O importante não é ser , ter ou parecer, o importante é fazer, construir , desenvolver”

Esse era Bloch, o pai da Rede Manchete de Televisão, homem de apurado senso cultural e intelectual, benemérito da Imprensa, do Teatro e das Artes Plásticas nacionais.”

http://sustentahabilidade.com/redencao-a-mais-duradoura-novela-da-historia-da-tv/

Texto: Fabio Rejaili Siqueira
contato@sustentahabilidade.com

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Artigos

Bacharel em Direito, Bacharel em Ciências Sociais e e pesquisador da história da televisão brasileira. É um dos fundadores do Jornal São Paulo em História.

Mais em Artigos

Mundo Verde

“Mundo Verde” projeta crescer 25% em 2018

Roberto Mangraviti24 de novembro de 2017
Motivação_Herzberg

Teoria da Motivação de Herzberg (3).

Roberto Mangraviti23 de novembro de 2017
Bolsa Família

O Bolsa Família ocultou a taxa de desemprego real?

Roberto Mangraviti22 de novembro de 2017
QSMS-RS e Sustentabilidade

Mais líderes na gestão de QSMS-RS & Sustentabilidade

Roberto Roche20 de novembro de 2017
Motivação

Teoria da Motivação de McClelland(2)

Roberto Mangraviti17 de novembro de 2017
Infraestrutura

Infraestrutura no Brasil – Concessionárias as únicas com bons resultados( Parte 3)

Roberto Mangraviti16 de novembro de 2017
Gestão Ambiental Portuária

Gestão Ambiental portuária, Ônus ou Oportunidade?

Roberto Roche14 de novembro de 2017

Motivação na ótica de Maslow

Roberto Mangraviti13 de novembro de 2017
Adam Smith

Lições para o Brasil – Adam Smith

Roberto Mangraviti12 de novembro de 2017

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »