Artigos

Afinal, quando o Brasil será administrado por gente normal?

Afinal, quando o Brasil será administrado por gente normal?

A reforma do estádio do Maracanã, foi orçada em R$ 720 milhões, mas  acabou custando R$ 1,2 bilhão ( estouro de 67%). Na construção do estádio do Corinthians houve um “engano” maior … 100%.

Na refinaria da Petrobrás Abreu e Lima, construída em Pernambuco e orçada em R$ 1,2 bilhão, os números parecem piada …  custou R$ 22 bilhões. Atenção que o erro de calculo é astronômico … 1700%.

Como é possível o controle interno de qualquer empresa ou organização, permitir um erro de 100% numa obra? Digamos, caro leitor que sua família decida reformar um sobradinho de 100m2 que deve custar segundo o Sindicato da Construção Civil R$ 50.000,00 ( mão de obra), e no transcorrer da obra o empreiteiro decida aplicar 100% de correção no preço da obra elevando o custo da obra para R$ 100.000,00 … Alguém pagaria sem pestanejar ou interromperia imediatamente a obra antes do estouro do budget? E se a reforma do sobradinho custasse R$ 1.000.000,00 ( 1 milhão) ao invés dos R$ 50 mil previstos, ninguém desconfiaria de nada ?  Portanto como é possível estes gestores serem tratados com normalidade pela sociedade, podendo apresentar justificativas plausíveis deste “estouro” das verbas, sem que ninguém seja punido por isso?

Não importa se fulano recebeu propina … se siclano foi gravado ou se beltrano é amigo de doleiro. Não entremos no mérito das questões criminais, fiquemos no campo administrativo …

Você, caro leitor, daria a esta gente o direito de gerir a reforma do play-ground do seu condomínio? Ou a reforma do salão de festa? E de uma  escola então ? Talvez uma unidade de um Posto de Saúde? E controlar o Budget do Ministério da Saúde e da Educação juntos? E de um PAÍS? Bem vindo ao mundo de gente normal!

Fotos: Globo.com

Autor: Roberto Mangraviti

contato@sustentahabilidade.com

 

 

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos

Economista e Facility Manager em Sustentabilidade. Editor, diretor e apresentador do Programa Sustentahabilidade pela WEBTV. Palestrante, Moderador de Seminários Internacionais de Eficiência Energética, Consultor da ADASP- Associação dos Distribuidores e Atacadistas do Estado de São Paulo e colunista do site do Instituto de Engenharia de São Paulo.

Mais em Artigos

Robson Miguel

Robson Miguel em Brasília – Semana do Índio.

Bel Gimenez17 de abril de 2018
Água

Água … uma riqueza desvalorizada no Brasil

Roberto Mangraviti16 de abril de 2018
Japão trabalha para abrigar humanos na Luaem 2030

Brasil … qual o perfil da sua gente ?

Roberto Mangraviti14 de abril de 2018
The Body Shop - Testes em animais

Assinaturas para fim de testes em animais

Roberto Mangraviti13 de abril de 2018
Localoza

Negócio “limpo” – caminho da Localiza no Brasil com solar.

Roberto Mangraviti12 de abril de 2018

Bactérias e a formação do oxigênio na Terra Primitiva

Cristian Reis Westphal11 de abril de 2018
Eficiência Energética

Novas maneiras de incentivar a eficiência energética

Ricardo Rose7 de abril de 2018
Roberto

ABC Repórter destaca o nosso Portal

Bel Gimenez6 de abril de 2018
Produtividade

Missão difícil para o Brasil

Roberto Mangraviti3 de abril de 2018

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »