Artigos

Amadorismo : “Nova” Ferramenta na Gestão de Negócios

Amadorismo : “Nova” Ferramenta na Gestão de Negócios

A necessidade por modelos cada vez mais eficientes de gestão,
especialmente com o advento da globalização, fez surgir um perfil
de executivos e prestadores de serviço , onde o profissionalismo
tornou-se um mantra , muito questionável nos dias de hoje.
De jogadores de futebol a economistas, os debates sobre
performance focam na questão do “compromisso profissional”,
mas dificilmente destacam valores como dedicação, princípios
ou cumprimento de metas com responsabilidade( moral, social e
ambiental) independente do resultado.
No campo da medicina, especialmente, estes novos valores
ganham vital importância para obtenção de resultado pleno.
Como seria possível gerir um empreendimento que cuida de vidas,
sem um olhar holístico ? É possível abrir mão do trabalho de
Voluntários para levar a consolação para familiares e pacientes
substituindo-os por “profissionais” ? E as Casas de Apoio de
Tratamento de Câncer que em São Paulo abrigam pacientes e
familiares de outros Estados, podem ser geridas por profissionais
exclusivamente ?
Melhorar o desempenho e resultados de organizações, não
necessariamente implica em repassar custos, mas inovar dentro
do conceito e da missão relevante da Empresa. Mais ainda,
inovar requer esforços dos crentes na melhoria e de pessoas que
colocam a tarefa em primeiro lugar e este perfil não se afina com
insensíveis.
Por este motivo que Peter Drucker assim se expressa : “Uma
organização que visa o lucro é, não apenas falsa, mas também
irrelevante. O lucro não é a causa da empresa, mas sua validação.
Se quisermos saber o que é uma empresa, devemos partir de sua
finalidade, que será encontrada fora da própria empresa”.
Seguindo esta linha, pode-se afirmar que dinheiro e resultados são
conseqüência de plano, marketing e fundamentalmente pessoas e
não o contrário.
Organizações que utilizaram este olhar usaram da criatividade
para solucionar o problema do paciente, missão maior, pessoal e
coletiva.
Há que se destacar neste ambiente, situações exemplares como
o Hospital Krems ( Áustria ) que se utiliza de cães farejadores
para detectar câncer pulmonar através do olfato , ou do Dr.
Gómez- Márquez do Instituto de Tecnologia de Massachusetts
que desenvolveu uma geringonça com bomba de ar de bicicleta
acoplada a uma máscara de filtro de café para populações
carentes, no trato de problemas respiratórios.
Nada mais “ Amador” do que estas ações práticas que conflitam
com soluções “Profissionais” citadas pelo renomado economista
Paul Krugman sobre a questão de Medicare nos EUA com
resultados pífios onde “ a solução predileta dessas pessoas
para o déficit do orçamento a longo prazo, que é elevar a idade
mínima para se ter direito ao Medicare, na verdade produzirá uma
economia insignificante.”
Restaurar o conhecimento do passado parece ser um bom caminho
para o empresariado, dentro e fora da área médica. Sendo assim,
nada mais deliciosamente “amador” do que assistir Dudu e Ademir
da Guia , jogando futebol ainda hoje.

Roberto Mangraviti
Diretor da Trade Marketing
Editor do Portal SustentaHabilidade

www.sustentahabilidade.com

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Artigos

Economista e Facility Manager em Sustentabilidade. Editor, diretor e apresentador do Programa Sustentahabilidade.com pela WEBTV. Consultor da ADASP- Associação dos Distribuidores e Atacadistas do Estado de São Paulo e colunista do site do Instituto de Engenharia de São Paulo.

Mais em Artigos

Motivação_Herzberg

Teoria da Motivação de Herzberg (3).

Roberto Mangraviti23 de novembro de 2017
Bolsa Família

O Bolsa Família ocultou a taxa de desemprego real?

Roberto Mangraviti22 de novembro de 2017
QSMS-RS e Sustentabilidade

Mais líderes na gestão de QSMS-RS & Sustentabilidade

Roberto Roche20 de novembro de 2017
Motivação

Teoria da Motivação de McClelland(2)

Roberto Mangraviti17 de novembro de 2017
Infraestrutura

Infraestrutura no Brasil – Concessionárias as únicas com bons resultados( Parte 3)

Roberto Mangraviti16 de novembro de 2017
Gestão Ambiental Portuária

Gestão Ambiental portuária, Ônus ou Oportunidade?

Roberto Roche14 de novembro de 2017

Motivação na ótica de Maslow

Roberto Mangraviti13 de novembro de 2017
Adam Smith

Lições para o Brasil – Adam Smith

Roberto Mangraviti12 de novembro de 2017
Animal Pré-histórico

Animais que “deram as caras” depois da extinção dos dinossauros

Karen P Castillioni11 de novembro de 2017

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »