Artigos

Animais exóticos como pets

Animais exóticos como pets

Em vários períodos da história, o homem teve costume de domesticar animais e criá-los como pets.

Hoje em dia isso não é diferente.

Com a mudança de hábitos sociais e correria do dia a dia, nem todos que desejam ter um pet podem dispor de seu tempo para cuidados e manutenção de um animal convencional.

Muitas pessoas podem ter em casa cachorros, gatos, peixes, aves, serpentes… Serpentes?!

Sim! Tarântulas, lagartos, roedores também são cada vez mais comuns entre os pets, porém quais as vantagens de se ter um animal desses?

O que leva uma pessoa a ter um animal não convencional?

Exóticos e silvestres são muito variáveis, ao ponto que a escolha deve ser baseada nas características pessoais do dono após muito estudo, cuidado e preparo para a recepção do novo bichinho.

Os pontos a serem estudados por quem procura um animal exótico ou silvestre são: tempo e horário disponível do dono, modo de vida do animal (noturno ou diurno), espaço total reservado para o pet, a alimentação e ambientação que o animal precisa e se requer documentação (legalização).

Serpentes por exemplo, exigem menos carinho e tempo de seus donos visto que são pouco ativos.

Seus alimentos podem ser comprados de criadores especializados, facilmente encontrados em redes sociais e oferecidos em intervalos semanais ou a cada dez dias.

Precisam de um ambiente de acordo com seus tamanhos e necessidades (umidade, luminosidade e temperatura), geralmente não criam vínculos afetivos e podem ser facilmente manuseados quando apresentam uma personalidade mais dócil.

Assim como qualquer animal esses também adoecem, porém não é tão fácil encontrar um veterinário que atenda os não convencionais.

Esse é um ponto extremamente importante de ser analisado e pesquisado: localizar um veterinário especializado em exóticos e silvestres por perto da residência para casos emergenciais e consultas rotineiras. Visto isso, o processo fica muito mais fácil.

Mas se por ventura ainda encontrar dúvidas na escolha do novo pet, o veterinário pode auxiliar por saber e entender as necessidades básicas do animal em questão.

E lembre-se que animais silvestres e exóticos, precisam de autorização legal do fornecedor com registros nos órgãos públicos competentes.

Portanto jamais adquira animais fora destas condições ou retirando-os da natureza.

Dúvidas?

Escreva-nos que estamos aqui para auxiliá-los … e até breve !

Texto: Victória Sbervelieri Ojeda
contato@sustentahabilidade.com

Foto: Essa é a Gaya, minha jiboia de 9 anos. Animal muito dócil. Seu período mais ativo está relacionado à exposição à luminosidade e calor. Se alimenta a cada 10 dias de roedores criados exclusivamente para essa finalidade e adora escalar arvores.

 

 

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Artigos

Cursando Licenciatura em Ciências Biológicas no Instituto Federal de Educação,Ciência e Tecnologia de São Paulo, com interesses na área de Zoologia, com vivência no manejo e trato de animais silvestres.

Mais em Artigos

Varejo

Varejo crescerá 1,4% em 2017.

Roberto Mangraviti21 de outubro de 2017
Boni

Boni-65 anos de brilhante trajetória televisiva

Fabio Rejaili Siqueira20 de outubro de 2017
Riso

A origem do riso

Convidado18 de outubro de 2017
acidente ambiental

Complacência MATA!

Roberto Roche17 de outubro de 2017

Desperdício “Zero” … cultura Mottainai do Japão.

Tiemi Yamashita13 de outubro de 2017

O quão grande pode se tornar um tsunami?

Cristian Reis Westphal12 de outubro de 2017
Meio Ambiente

A Importância da Conformidade Ambiental da Indústria

Roberto Roche10 de outubro de 2017
Cerrado

Cerrado e agricultura

Ricardo Rose6 de outubro de 2017
QSMS-RS sustentabilidade

O que a indústria espera do seu Gestor de Sustentabilidade

Roberto Roche5 de outubro de 2017

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »