Artigos

Antunes Filho-Laureado Mestre Cultural

Antunes Filho-Laureado Mestre Cultural

Jose Alves Antunes Filho, ícone da Cultura Brasileira dos últimos 60 anos , acaba de receber duas importantes e merecidas homenagens : o Troféu Destaque Cultural do Prêmio Governador do Estado  de São Paulo  e a homenagem Especial no Premio Shell de Teatro (referente ao circuito teatral paulista).após já ter sido por quatro vezes premiado nos vinte seis anos deste Troféu Teatral

E todo esse justo reconhecimento, que o torna o Diretor Teatral vivo mais premiado do Teatro Nacional (só de prêmios APCA são doze) só comprova a rara combinação de um invulgar talento artístico com uma longeva e aplaudida trajetória cultural , que derivou em   memoráveis trabalhos, em revelar grandes e inesquecível nomes para o Teatro, o Cinema e a Televisão e em elevar o nível das Artes Cênicas neste país, juntamente com uma benéfica geração de criadores, como Antonio Abujamra, Jose Celso Martinez Correa, Jose Renato e Amir Haddad.

E Antunes Filho, paulistano da Bela Vista, que nasceu em 12 de dezembro de 1929 (aniversariando na mesma data de Silvio Santos e Frank Sinatra), começou quase que de maneira simultânea , no Teatro e na nascente Televisão Brasileira. No Teatro Amador, em 1951, dirige Os Outros, original texto do saudoso pioneiro da TV Gaetano Gherardi, com importante repercussão. No mesmo ano, começa na novíssima TV Tupi, no Teatro das Segundas-Feiras, sendo assistente de direção de Carla Civelli.

No Teleteatro O Urso, de Tchecov, Antunes lança o atual Autor de Novelas Manoel Carlos como ator de TV, o primeiro e varias revelações televisivas de sua fértil lavra : nos anos subseqüentes, lança na televisão, grandes profissionais como Walter Hugo Khoury, Luis Sergio Person, Flávio Rangel , Chico de Assis. .E na ribalta teatral , Antunes é fundamental no surgimento e na consolidação das notáveis  carreiras artísticas de Laura Cardoso, Glória Menezes, Juca de Oliveira, Eva Wilma,  Stenio Garcia, Regina Duarte, Jardel Filho , Salomé Parísio.

E que é mestre também fora um excelente aluno, como no mítico TBC, onde trabalhos com os grandes Décio de Almeida Prado e Ruggero Jaccobbi.

E em sua longa trajetória de sete décadas , sempre exaltou o Teatro Nacional, com montagens históricas de obras de Mario de Andrade , Nelson Rodrigues, Ariano Suassuna, Vianinha. E na Televisão, sempre levou a telinha obra , especialmente brasileira, como Pedro Mico, de Antonio Callado, no Teatro Nove na TV Excelsior em 1961 e também A Escada de Jorge Andrade, no Teatro 2  na TV Cultura em 1975.

Sua obra singular e longeva já foi analisada pela totalidade dos críticos teatrais e professores de artes dramáticas, por exemplo por Sebastião Milare, Carmelinda Guimarães e Cristina Brandão.

Neste 2016 , o Mestre Antunes continua em plena atividade artística, dirigindo novo trabalho teatral baseada na moderna obra de Tennessee Williams., no CPT do SESC Consolação, por ele fundado.

Antunes Filho, com fulgurante talento e infinita dedicação, escreveu , escreve e escreverá, oxalá ainda por muito tempo seu nome nos mais elevados cumes da Cultura Nacional, como um Educador Cênico e um Diretor Culto que vai ensinando os caminhos das Mais Belas  Artes Vivas ao Mestre : o “Poeta da Cena”  !!!

 

Autor: Fábio Rajaili Siqueira

contato@sustentahabilidade.com

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Artigos

Bacharel em Direito, Bacharel em Ciências Sociais e e pesquisador da história da televisão brasileira. É um dos fundadores do Jornal São Paulo em História.

Mais em Artigos

Motivação_Herzberg

Teoria da Motivação de Herzberg (3).

Roberto Mangraviti23 de novembro de 2017
Bolsa Família

O Bolsa Família ocultou a taxa de desemprego real?

Roberto Mangraviti22 de novembro de 2017
QSMS-RS e Sustentabilidade

Mais líderes na gestão de QSMS-RS & Sustentabilidade

Roberto Roche20 de novembro de 2017
Motivação

Teoria da Motivação de McClelland(2)

Roberto Mangraviti17 de novembro de 2017
Infraestrutura

Infraestrutura no Brasil – Concessionárias as únicas com bons resultados( Parte 3)

Roberto Mangraviti16 de novembro de 2017
Gestão Ambiental Portuária

Gestão Ambiental portuária, Ônus ou Oportunidade?

Roberto Roche14 de novembro de 2017

Motivação na ótica de Maslow

Roberto Mangraviti13 de novembro de 2017
Adam Smith

Lições para o Brasil – Adam Smith

Roberto Mangraviti12 de novembro de 2017
Animal Pré-histórico

Animais que “deram as caras” depois da extinção dos dinossauros

Karen P Castillioni11 de novembro de 2017

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »