Artigos

Brasil avança com a energia solar

Brasil avança com a energia solar

A Absolar-Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica, informa que o Brasil atingirá o patamar de 1.000 megawatts (MW)  de energia fotovoltaica  instalada até o fim do ano.

Segundo a entidade o número representa um crescimento de  325% em relação à capacidade atual de 235 MW, suficiente para abastecer cerca de 60 mil residências, com até cinco pessoas em cada uma.

Esses números colocam o Brasil entre os 30 principais geradores dessa fonte de energia no mundo,com possibilidades de até  o final de 2018 triplicarmos a geração em razões dos leilões previstos.

CRISE ECONÔMICA NO BRASIL NÃO AFETA A “SOLAR”.

Considerando a alta taxa de desemprego vivida no país, vale destacar que para cada MW de energia solar fotovoltaica instalados, são gerados de 25 a 30 postos de trabalho, e que os investimentos até o final de 2017  deverão somar R$ 4,5 bilhões.

Certamente a crise econômica no Brasil, não afetou esta área de negócios.

Segundo palavras do presidente da Absolar, Rodrigo Sauaia, O crescimento no ano da potência instalada vai ser mais de 11 vezes mostrando que o setor está em uma fase diferente da economia brasileira, ainda em um processo lento de recuperação, enquanto esse setor sequer enxergou a crise. Crescemos a 300% ao ano durante os anos de crise e agora com esse começo de recuperação continuamos crescendo a taxas elevadas.”

 

POLÍTICA BRASILEIRA DE ENERGIA

Contudo há que se destacar que a falta de políticas energéticas claras no Brasil, não favorecem este ambiente de negócios.

A redução de tarifas, praticada por Dilma Rousseff  mostrou-se uma política catastrófica .

http://sustentahabilidade.com/prostitutas-de-bh-dando-aula-de-economia-e-sobre-tarifas-de-energia/

 

As constantes  retomadas de Angra 3, usina nuclear há mais de 20 anos com obras paralisadas, num estágio do pensamento mundial onde esta modalidade de energia é questionada, preocupa ambientalistas e técnicos da área de energia.

Japão Inaugura Usina Solar

Países com incidência solar muito menor, como a Alemanha, preparam-se para ter suas usinas nucleares substituídas por energia limpa até 2030.

http://sustentahabilidade.com/investimento-de-us-1-trilhao-em-energia-solar-na-india/

http://sustentahabilidade.com/capitalismo-energia-solar-com-custo-zero-no-chile/

Desta forma celebramos o crescimento da fotovoltaica no Brasil, mas há que se destacar que está abaixo do volume de produção compatível com as condições tropicais do nosso país.

Autor: Roberto Mangraviti
contato@sustentahabilidade.com

 

 

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos

Economista e Facility Manager em Sustentabilidade. Editor, diretor e apresentador do Programa Sustentahabilidade pela WEBTV. Palestrante, Moderador de Seminários Internacionais de Eficiência Energética, Consultor da ADASP- Associação dos Distribuidores e Atacadistas do Estado de São Paulo e colunista do site do Instituto de Engenharia de São Paulo.

Mais em Artigos

Robson Miguel

Robson Miguel em Brasília – Semana do Índio.

Bel Gimenez17 de abril de 2018
Água

Água … uma riqueza desvalorizada no Brasil

Roberto Mangraviti16 de abril de 2018
Japão trabalha para abrigar humanos na Luaem 2030

Brasil … qual o perfil da sua gente ?

Roberto Mangraviti14 de abril de 2018
The Body Shop - Testes em animais

Assinaturas para fim de testes em animais

Roberto Mangraviti13 de abril de 2018
Localoza

Negócio “limpo” – caminho da Localiza no Brasil com solar.

Roberto Mangraviti12 de abril de 2018

Bactérias e a formação do oxigênio na Terra Primitiva

Cristian Reis Westphal11 de abril de 2018
Eficiência Energética

Novas maneiras de incentivar a eficiência energética

Ricardo Rose7 de abril de 2018
Roberto

ABC Repórter destaca o nosso Portal

Bel Gimenez6 de abril de 2018
Produtividade

Missão difícil para o Brasil

Roberto Mangraviti3 de abril de 2018

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »