Artigos

Carros Elétricos … Um novo Mercado no Mundo!

Carros Elétricos … Um novo Mercado no Mundo!

Os carros elétricos ou “verdes”, começam a ganhar espaço no mercado mundial. Mesmo que haja um percentual ainda pequeno em relação a frota movida a combustível fóssil ou álcool, é inegável que algumas barreiras estão sendo rompidas.

Nos EUA, a Tesla (fabricante exclusiva de elétricos) disponibiliza alguns postos de reabastecimento free para incentivar o consumidor.

Já a Noruega, apresenta imposto zero e estacionamento liberado para estes veículos. Isto fez o pais comercializar 8.112 unidades de elétricos, somente no primeiro trimestre de 2015, representando 22,9% das vendas totais de automóveis. Este número significa um crescimento de vendas de 40,5% sobre o período anterior. Outro destaque foi a China, que apresentou o maior acréscimo de venda sobre o período anterior (744,9 %), com 12.555 unidades comercializadas, mas o percentual de venda sobre total de veículos ( elétricos+convencionais)  ainda é baixo (0,3%).

CarrosEletricos2

Percebe-se portanto um crescimento paulatino e contínuo deste mercado que apresenta uma nova “pegada”, tanto da  indústria quanto do consumidor, mundo afora, com relação aos carros elétricos.

Em nosso país, o ritmo não é o mesmo, e há fatores importantes, além do preço, que impactam na baixa comercialização. Mesmo tendo o Brasil zerado a alíquota do imposto de importação sobre os elétricos em meados de outubro último, dificilmente estes veículos ganharão espaço a médio prazo. Inicialmente porque não há tantos pontos de recarga como em outros países para estes veículos. Além do que, não há interesse em sobrecarregar ainda mais a rede elétrica, adicionando outro “equipamento” de consumo, para nossa escassa produção energética. Tanto que segundo a Associação Brasileira do Veículo Elétrico, o país conta com apenas de 3 mil veículos elétricos e híbridos circulando pelas ruas. Ou seja, o total da nossa frota representa 37% das vendas somente do primeiro trimestre da Noruega, e 52% da Holanda, países que apresentam os maiores percentuais de comercialização. Para uma frota nacional de 90 milhões de veículos tradicionais, temos uma longa jornada pela frente.

Autor: Roberto Mangraviti

contato@sustentahabilidade.com

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Artigos

Economista e Facility Manager em Sustentabilidade. Editor, diretor e apresentador do Programa Sustentahabilidade.com pela WEBTV. Consultor da ADASP- Associação dos Distribuidores e Atacadistas do Estado de São Paulo e colunista do site do Instituto de Engenharia de São Paulo.

Mais em Artigos

Varejo

Varejo crescerá 1,4% em 2017.

Roberto Mangraviti21 de outubro de 2017
Boni

Boni-65 anos de brilhante trajetória televisiva

Fabio Rejaili Siqueira20 de outubro de 2017
Riso

A origem do riso

Convidado18 de outubro de 2017
acidente ambiental

Complacência MATA!

Roberto Roche17 de outubro de 2017

Desperdício “Zero” … cultura Mottainai do Japão.

Tiemi Yamashita13 de outubro de 2017

O quão grande pode se tornar um tsunami?

Cristian Reis Westphal12 de outubro de 2017
Meio Ambiente

A Importância da Conformidade Ambiental da Indústria

Roberto Roche10 de outubro de 2017
Cerrado

Cerrado e agricultura

Ricardo Rose6 de outubro de 2017
QSMS-RS sustentabilidade

O que a indústria espera do seu Gestor de Sustentabilidade

Roberto Roche5 de outubro de 2017

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »