Artigos

Charles Darwin – A voz da Evolução

Charles Darwin – A voz da Evolução

Talvez ninguém tenha influenciado o nosso conhecimento sobre a vida na Terra tanto quanto o naturalista inglês Charles Darwin. Este documentário mostra a trajetória de Darwin desde sua juventude, passando pelas viagens em busca de respostas sobre a evolução até a chegada a Galápagos. Dessa intensa jornada, nasceu a Teoria da Evolução das Espécies, que revolucionou o mundo. Mas, até alcançar esse feito, Darwin trabalhou em segredo anos a fio, pois os conceitos que pesquisava iam contra a ciência e a moral de sua época. O tempo encarregou-se de reconhecer sua teoria e obra A origem das espécies, publicada em 1859 e estudada até hoje por cientistas em todo o planeta.

Quer conhecer um pouco mais sobre a vida deste tão importante naturalista que influencia a ciência até hoje? Prepare a pipoca, acesse o link a seguir e viaje nessa interessante história de Charles Darwin.

Link para o documentário “Charles Darwin – A Voz da Evolução”:

Mais detalhes sobre Darwin:

Charles Robert Darwin, (12 de fevereiro de 1809, 19 de Abril de 1882) foi um naturalista britânico que desenvolveu a teoria da evolução pela seleção natural, agora, a teoria unificadora das ciências da vida. Ele explicou a origem de todos os diversos tipos de seres vivos e como eles se adaptaram a seus ambientes particulares

Darwin começou a se interessar por história natural na universidade enquanto era estudante de Medicina e, depois, Teologia. A sua viagem de cinco anos a bordo do Beagle e escritos posteriores trouxeram-lhe reconhecimento como geólogo e fama como escritor. Suas observações da natureza levaram-no ao estudo da diversificação das espécies e, em 1838, ao desenvolvimento da teoria da Seleção Natural. Consciente de que outros antes dele tinham sido severamente punidos por sugerir ideias como aquela, ele as confiou apenas a amigos próximos e continuou a sua pesquisa tentando antecipar possíveis objeções. Contudo, a informação de que Alfred Russel Wallace tinha desenvolvido uma ideia similar forçou a publicação conjunta das suas teorias em 1858.

Em seu livro de 1859, “A Origem das Espécies” (do original, em inglês, “On the Origin of Species”), ele introduziu a ideia de evolução a partir de um ancestral comum, por meio de seleção natural. Esta se tornou a explicação científica dominante para a diversidade de espécies na natureza. Ele ingressou na Royal Society e continuou a sua pesquisa, escrevendo uma série de livros sobre plantas e animais, incluindo a espécie humana, notavelmente “A descendência do Homem e Seleção em relação ao Sexo” (“The Descent of Man, and Selection in Relation to Sex”, 1871) e “A Expressão da Emoção em Homens e Animais” (“The Expression of the Emotions in Man and Animals”, 1872).

Referências:

http://darwin-online.org.uk/

http://videos.blog.br/documentario-sobre-charles-darwin-voz-evolucionismo/

Autora: Karen P Castillioni

 

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Artigos

Bióloga com Mestrado em Botânica pela UNESP.Desenvolvedora de estudos ligados à ecologia, conservação, sustentabilidade e impactos das alterações climáticas.

Mais em Artigos

homeopatia

Homeopatia em pequenos animais

Fernanda Lanzelotti21 de setembro de 2017
Robson Miguel

Dia do Violão – 22 de setembro

Roberto Mangraviti21 de setembro de 2017
Abelhas

O que acontecerá se as abelhas desaparecerem?

Karen P Castillioni20 de setembro de 2017
QSMS-RS X Ética Empresarial

Sustentabilidade & QSMS-RS X Ética Empresarial

Roberto Roche19 de setembro de 2017
Arco Íris

O “Arco Íris “ da Comunicação.

Roberto Mangraviti17 de setembro de 2017
Plantas emitem mais quimicos

Novo estudo revela que plantas emitem mais químicos durante ondas de calor

Karen P Castillioni16 de setembro de 2017
LSD

LSD – No Globo Ocular

Dependência Química15 de setembro de 2017
Água

Água valerá mais que petróleo !

Roberto Roche14 de setembro de 2017
Enguias

O “sexto sentido” das enguias

Karen P Castillioni13 de setembro de 2017

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »