Artigos

O que faz da chita um dos animais mais rápidos do mundo?

O que faz da chita um dos animais mais rápidos do mundo?

E quanto corria o Tyrannosaurus rex de 6 toneladas?

Cientistas do Centro Alemão de Pesquisa Integrativa de Biodiversidade em Leipzig estão estudando por que os animais de médio porte são os mais rápidos na Terra.

Uma análise de quase 500 espécies, desde moscas da fruta até baleias, tem uma resposta: as células musculares dos grandes animais ficam sem combustível antes que as criaturas atinjam sua velocidade teórica máxima.

Essas observações também podem ajudar os cientistas a chegarem a estimativas da velocidade da corrida de certos dinossauros.

Os animais mais rápidos da Terra – sejam eles os que correm, nadam ou voam – são criaturas de tamanho médio.

Essa tendência é impulsionada por restrições metabólicas no tecido muscular.

Os animais muito grandes têm fibras musculares mais “rápidas”, necessárias durante um sprint e, em teoria, podem acelerar por períodos mais longos, mas esses tecidos logo ficam sem oxigênio e, portanto, atingem o desempenho máximo muito antes do que as criaturas supermassivas atingirem sua velocidade teórica máxima.

 

OS VELOCISTAS

Para que o leitor tenha uma ideia das diferentes velocidades atingidas por animais de diferentes pesos, informamos abaixo uma lista:

Truta Atlântica – 7,85 kg atinge em média até 17,532 km/h

Baleira Jubarte – 30.000 kg atinge em média até 27,0 km/h

Rouxinol – 0,0087 kg atinge em média até 43,2 km/h

Humano – 70 kg atinge em média até 43,85 km/h

Chita – 65 kg atinge em média até 120,0 km/h

Os cientistas sugerem que essa teoria também se aplica aos dinossauros já extintos.

Por exemplo, a velocidade máxima do Tyrannosaurus rex de 6 toneladas pode ter sido de cerca de 27 quilômetros por hora (ligeiramente mais do que a velocidade média de um humano, mas não mais rápido que o jamaicano e recordista mundial Usain Bolt), eles estimam.

No entanto, essa figura pode ser uma estimativa muito difícil, porque o alcance das velocidades de funcionamento máximas para criaturas de aproximadamente o mesmo peso pode ser amplo, diz Thomas R. Holtz Jr., um paleontólogo de vertebrados da Universidade de Maryland, no College Park.

Apesar das conclusões gerais do estudo, dentro de uma estreita faixa de tamanhos, a forma como um animal é montado pode realmente ter um efeito enorme na velocidade máxima de corrida de uma criatura, Holtz observa.

Os seres humanos e as chitas são um exemplo: embora os dois humanos incluídos no estudo que a equipe realizou pesassem em media 70 kg e tivessem uma velocidade máxima média de cerca de 41 quilômetros por hora, a chita mais pesada pesava cerca de 5 kg menos, mas correu quase três vezes mais rápido.

 

Texto: Karen P Castillioni
contato@sustentahabilidade.com

 

Figuras

http://natgeojunior.sapo.pt/images/editorials/chita_G.jpg

Referência

http://www.sciencemag.org/news/2017/07/why-midsized-animals-are-fastest-earth

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Artigos

Bióloga com Mestrado em Botânica pela UNESP.Desenvolvedora de estudos ligados à ecologia, conservação, sustentabilidade e impactos das alterações climáticas.

Mais em Artigos

Motivação

Teoria da Motivação de McClelland(2)

Roberto Mangraviti17 de novembro de 2017
Infraestrutura

Infraestrutura no Brasil – Concessionárias as únicas com bons resultados( Parte 3)

Roberto Mangraviti16 de novembro de 2017
Gestão Ambiental Portuária

Gestão Ambiental portuária, Ônus ou Oportunidade?

Roberto Roche14 de novembro de 2017

Motivação na ótica de Maslow

Roberto Mangraviti13 de novembro de 2017
Adam Smith

Lições para o Brasil – Adam Smith

Roberto Mangraviti12 de novembro de 2017
Animal Pré-histórico

Animais que “deram as caras” depois da extinção dos dinossauros

Karen P Castillioni11 de novembro de 2017
quando o medicamento vira droga

Quando o analgésico mata

Dependência Química9 de novembro de 2017

Infraestrutura – Brasil no descompasso internacional (2)

Roberto Mangraviti8 de novembro de 2017
Políticos Ranking

Dica de Hoje: site faz “Ranking” de políticos.

Roberto Mangraviti7 de novembro de 2017

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »