Artigos

Cientistas e historiadores ficam em alerta sobre a Estátua de David, de Michelangelo

Cientistas e historiadores ficam em alerta sobre a Estátua de David, de Michelangelo

A estátua de David, esculpida por Michelangelo, tem sido permanente uma obra impressionante a mais de 500 anos. No entanto, mesmo esta famosa obra prima, está à mercê dos elementos e da velhice.

Os cientistas e historiadores de arte estão cada vez mais preocupados com a estátua de 5,2 metros, pois ela pode se desmoronar durante o próximo terremoto que houver na Itália. Como ocorre em todas as obras que são bem antigas, os tornozelos de David estão apresentando fraturas microscópicas, particularmente na base da perna direita.

Os admiradores da arte os notaram no século XIX, e mais recentemente os cientistas tentaram traçar essas fraturas.

Em 2014, os geocientistas italianos lançaram um estudo onde tentaram compreender as fraturas criando miniaturas da escultura de David de 10 centímetros de altura e as submeteram a um terremoto artificial. Eles descobriram que os modelos poderiam romper os tornozelos e facilmente cair se um terremoto movesse a estátua mais de 15 graus.

Estes dados foram recentemente presenciados, depois do mês de agosto e outubro de 2016, onde terremotos atingiram o centro – norte da Itália. Junto com a trágica perda de mais de 300 vidas, vários monumentos e museus da Itália foram danificados.

Os cientistas que trabalham no museu têm uma solução. Eles esperam instalar uma camada “anti-sísmica” debaixo da base da estátua, onde poderia ajudar a estátua a se estabilizar durante um terremoto. Outra equipe espera analisar ainda mais a estrutura da Galleria dell’Accademia, e ver outros métodos contra um terremoto forte.

Texto: Cristian Reis Westphal
contato@sustentahabilidade.com

Artigos

Estudante de Engenharia Química. Desde 2009 lidera o projeto Ciência e Astronomia, que compartilha informações nas áreas da ciência e astronomia. Trabalha com divulgação científica em escolas e disponibiliza telescópios para observações em praças.

Mais em Artigos

Cães podem ser geneticamente programados para amar seres humanos

Cristian Reis Westphal22 de março de 2019
Dislexia

Dislexia

Dr Leo Kahn21 de março de 2019
Humanos e Animais

Famílias Multiespécies

Fernanda Lanzelotti20 de março de 2019
Motivação_Herzberg

Teoria da Motivação de Herzberg (3).

Roberto Mangraviti19 de março de 2019
Herpes Zoster

Herpes zoster

Dr Leo Kahn16 de março de 2019

Evidências mostram origem de vida humana no Sul da Austrália

Cristian Reis Westphal14 de março de 2019

Mata Ciliar: os cílios das águas

Laís Nunes13 de março de 2019
Imprensa

No país das declarações

Ricardo Rose12 de março de 2019
Guedes ... um país de extrativistas falando muita merda.

Guedes … um país de extrativistas falando muita merda.

Roberto Mangraviti12 de março de 2019

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »