Artigos

Cientistas já sabem quando você faz xixi na piscina

Cientistas já sabem quando você faz xixi na piscina

Este artigo foi publicado recentemente na revista Science e fala como pesquisadores agora podem identificar a urina de pessoas em piscinas e banheiras de hidromassagem.

Um estudo da Universidade de Alberta identificou que em uma pequena piscina havia quase 30 litros de urina, enquanto que uma grande continha quase 75litros. No estudo, 21 piscinas públicas, todas 8 banheiras de hidromassagens e até mesmo uma piscina privada continham urina. Em outras palavras, cada piscina e ofurô testados tiveram xixi.Nós sabemos que você nunca faria isso, mas algumas pessoas sim. Este não é apenas um hábito grosseiro mas também pode ter implicações para quem entra em contato com essa “água”. Quando o cloro reage com a urina, ele cria produtos químicos que podem irritar os olhos e os pulmões. Mas fique tranquilo, ou preocupado se for o caso…, pois agora os pesquisadores podem medir esse comportamento repugnante. Eles encontraram uma maneira simples de estimar o volume de urina em uma piscina.

A técnica usa um adoçante artificial, o mesmo usado em alimentos e bebidas, e é aplicado em piscinas para estimar a quantidade de urina que nadadores deixaram para trás. O produto químico é chamado de Ace-K, uma abreviação de acesulfame (ASS-eh-sul-faym) potassium. Não há uma maneira simples de testar a urina diretamente. (Você já ouviu falar que a água da piscina tem um produto químico que vai mudar de cor se você fazer xixi? Isso é apenas um mito.)

A técnica pode ajudar as pessoas a decidir quando mudar parte ou toda a água em uma piscina ou banheira de água quente, dizem os pesquisadores. Mas a nova pesquisa não é realmente destinada a criar novas regras para os gestores de piscina. É ainda necessário enfatizar uma mensagem: Não faça xixi na piscina! Assim, os pesquisadores sugerem que a melhor maneira de combater a urina da piscina é prevenção, e não limpeza. Então, a recomendação aqui é não fazer xixi na piscina.

Referência:

https://www.sciencenewsforstudents.org/article/scientists-know-you-pee-pool

 

Figuras:

http://alimenteminhamente.blogspot.com/2015/01/o-perigo-de-fazer-xixi-na-piscina.html
https://poolpiscina.com/wp-content/uploads/2015/07/xixi-na-piscina.jpg

Texto: Karen P Castillioni
contato@sustentahabilidade.com

 

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Artigos

Bióloga com Mestrado em Botânica pela UNESP.Desenvolvedora de estudos ligados à ecologia, conservação, sustentabilidade e impactos das alterações climáticas.

Mais em Artigos

Fragilidade Humana

A fragilidade humana …”matéria prima” dos ditadores.

Roberto Mangraviti17 de janeiro de 2018
Investimento

Investimento X Resultado em Qualidade e Sustentabilidade

Roberto Roche16 de janeiro de 2018
crise economia

Consequências da crise econômica: quem vai registrá-las?

Ricardo Rose15 de janeiro de 2018
Lições de Mark Zuckerberg

Lições de Mark Zuckerberg para universitários brasileiros

Roberto Mangraviti14 de janeiro de 2018

Como aparar as asas de aves mantidas como pet

Adriana Tereza Petrocelli13 de janeiro de 2018

Conheça nossa nova Colunista: Adriana Tereza Petrocelli

Bel Gimenez13 de janeiro de 2018
O preço do cobre, os veículos elétricos e a energia renovável

O preço do cobre, os veículos elétricos e a energia renovável.

Roberto Mangraviti12 de janeiro de 2018

Desmatamento na Amazônia, é um estrago irrecuperável?

Roberto Mangraviti10 de janeiro de 2018
Locais acidentados

Visitas de autoridades aos presídios e locais acidentados.

Roberto Mangraviti9 de janeiro de 2018

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »