Artigos

Coluna Dependência Química: Férias e feriados … PERIGO!

Coluna Dependência Química: Férias e feriados … PERIGO!

No verão, a estação mais quente coincide com o período de férias escolares de muitas universidades.

Além das festas de fim de ano, baladas e shows, a época também abrange o carnaval e torna o verão um momento de badalação, principalmente para os jovens.

Apesar de ser uma época de pura diversão, assim como nos feriados prolongados, este comportamento pode trazer sérios problemas quando a curtição ocorre sem responsabilidade.

Nestes períodos que envolvem férias e feriados, o número de jovens envolvidos com entorpecentes cresce bastante.

Além do álcool, a droga mais consumida entre jovens, e do lança-perfume – muito disseminado no carnaval -, também têm bastante incidência as drogas sintéticas, como LSD e Ecstasy, entorpecentes que agem diretamente no sistema nervoso central do consumidor.

A dependência de drogas é um dos temas de grande preocupação nacional e internacional, devido não só aos danos causados a saúde individual e coletiva, mas também pelo impacto em toda a sociedade, exigindo para sua prevenção e enfrentamento a adoção de políticas e ações articuladas que visem minimizar as consequências deste tão relevante problema social, bem como conscientizar a população sobre o tema em questão.

Os turistas jovens apresentam níveis consideráveis de problemas durante feriados: violência, acidentes não intencionais, roubo, assédio sexual, entre outros.

Estes aspectos estão relacionados com o consumo de álcool e abuso de drogas durante especialmente a vida noturna quando jovens relatam níveis elevados de embriaguez.

E sendo assim, todos os anos, jovens turistas morrem nos destinos de verão e feriados prolongados, em resultado de violência, acidentes rodoviários, ou outros comportamentos relacionados com o consumo de álcool/drogas ilícitas– por exemplo:- saltar da varanda do hotel, intoxicações ou acidentes.

Este tipo de comportamentos transmite uma imagem negativa dos destinos turísticos, a par da disseminação deste fenômeno pelos meios de comunicação social.

Portanto, quanto maior for à quantidade de álcool, vendido e consumido, num curto período de tempo, maior será o número de problemas relacionados com a saúde e segurança: por exemplo, brigas violentas durante a noite.

E o uso de drogas, apesar das sensações de prazer e alívio proporcionadas, sempre resultam em consequências negativas.

Sendo assim, a pessoa que tem problema com a dependência de álcool/drogas passa a ser um escravo da droga de preferência e tende a extravar com maior intensidade justamente em feriados prolongados

É preciso portanto que a pessoa queira mudar de vida e esteja disposta a deixar as drogas.

Mesmo sendo essa decisão  pessoal, fica aqui o alerta diante do próximo feriado (Sexta Feira Santa), mesmo sabendo da dificuldade deste enfrentamento, lembrando que o mais  indicado é entrar em um tratamento com psicoterapia, grupos de autoajuda e dependendo do caso, até tratamento psiquiátrico.

Mas fica aqui para que TODOS tenham um feriado prolongado de  Páscoa em PAZ.

Texto: Nanci Perez e Raquel Arantes
contato@sustentahabilidade.com

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Mais em Artigos

Matriz Energética

Produção de Eólica, segue crescendo no Brasil.

Roberto Mangraviti23 de outubro de 2017
Madre Tereza

“Gente do Contra “

Roberto Mangraviti22 de outubro de 2017
Varejo

Varejo crescerá 1,4% em 2017.

Roberto Mangraviti21 de outubro de 2017
Boni

Boni-65 anos de brilhante trajetória televisiva

Fabio Rejaili Siqueira20 de outubro de 2017
Riso

A origem do riso

Convidado18 de outubro de 2017
acidente ambiental

Complacência MATA!

Roberto Roche17 de outubro de 2017

Desperdício “Zero” … cultura Mottainai do Japão.

Tiemi Yamashita13 de outubro de 2017

O quão grande pode se tornar um tsunami?

Cristian Reis Westphal12 de outubro de 2017
Meio Ambiente

A Importância da Conformidade Ambiental da Indústria

Roberto Roche10 de outubro de 2017

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »