Artigos

Coworkings crescem e caminham para regulamentação

Coworkings crescem e caminham para regulamentação

Entende-se por coworking, conforme o Projeto de Lei n° 8.300/2017 aprovado pela Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços (CDEICS), em maio de 2018, todo aquele empreendimento que está autorizado a sediar múltiplas empresas. Em outras palavras, trata-se de um espaço onde são fornecidos serviços típicos de um escritório, como: secretaria, recepção, mobílias e equipamentos, internet, serviços de auxiliar, de correspondências, de motoboy, serviços de limpeza e copa, espaço de convivência, entre outros.

Os espaços de coworking estão cada vez mais presentes em nosso dia a dia e, segundo pesquisa realizada pelo projeto coworking Brasil, em 2019, o Brasil possuía 1.497 espaços dessa natureza, com crescimento de 25% quando comparado com 2018. Além disso, o coworking já chegou em 195 municípios brasileiros, e o percentual de expansão do negócio impressiona: 32% já iniciaram seus projetos ou estão planejando fazer em breve; 49% indicaram que a produtividade foi dentro do esperado e apenas 10% declararam que o negócio não está indo bem.

Afinal, as atividades desenvolvidas em um escritório virtual geram uma economia de até 70% se comparadas aos escritórios convencionais, o que possibilita uma maior abertura de empresas, gerando uma elevação nos números de arrecadação e emprego.

Em conformidade, estudos da ANCEV – Associação Nacional dos Coworkings e Escritórios Virtuais, entidade que representa o segmento no Brasil desde 1996, acredita que a regulamentação uniforme do setor trará um impacto positivo na economia, na geração de empregos diretos e indiretos, na arrecadação de impostos e na maior eficiência na fiscalização tributária.

Artigos

Economista e Facility Manager em Sustentabilidade. Editor, diretor e apresentador do Programa Sustentahabilidade pela WEBTV. Palestrante, Moderador de Seminários Internacionais de Eficiência Energética, Consultor da ADASP- Associação dos Distribuidores e Atacadistas do Estado de São Paulo e colunista do site do Instituto de Engenharia de São Paulo.

Mais em Artigos

Reconhecimento facial para trabalhadores no campo contra o coronavirus

Roberto Mangraviti21 de maio de 2020
Nanotecnologia e o Agronegocio

Nanotecnologia e o Agronegócio

Camila Gagliardi18 de maio de 2020
Benefícios do Abacaxi

Benefícios do Abacaxi

Dr Leo Kahn18 de maio de 2020
Imunidade Alimentos Saudaveis

Imunidade: alimentação com ingredientes naturais

Bel Gimenez15 de maio de 2020
Vinho dos Mortos

Vinho dos Mortos

Bel Gimenez14 de maio de 2020
Ventilador Pulmonar - Covid-19

Ventiladores pulmonares inteligentes desenvolvidos em MG

Roberto Mangraviti12 de maio de 2020
Como cuidar dos pets diante do isolamento social?

Como cuidar dos pets diante do isolamento social?

Roberto Mangraviti11 de maio de 2020
Max Pianura

Max Pianura – Live beneficente deste domingo

Bel Gimenez8 de maio de 2020
Agronegócio - Trator Cor de Rosa

Presença feminina no agronegócio

Bel Gimenez4 de maio de 2020

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com