Artigos

Cultura Organizacional: sustentabilidade reduzindo acidentes de trabalho.

Cultura Organizacional: sustentabilidade reduzindo acidentes de trabalho.

Em início de carreira trabalhei em perfurações e terminais petroquímicos desde o mar do Norte até o delta na Nigéria.

Passando por grandes obras de infraestrutura e mineração na África e no Oriente.

Em todos estes locais, o principal assunto do dia a dia entre nós colaboradores era preocupação com os acidentes de trabalho, acidentes ambientais e falta de controle de qualidade nas instalações independente de cada região ou projeto.

E ao que se devia esta preocupação?

Sem dúvida a cultura organizacional da empresa em que todos acreditavam e defendiam.

Como é importante a empresa ter sua cultura enraizada e como facilita o trabalho de um gestor.

Pode escrever a mais linda política, ter seus procedimentos muito bem escritos e ninguém acreditar e seguir os preceitos na organização.

Acredito que hoje seja mais intensa esta preocupação com a sustentabilidade empresarial do que no passado, entretanto toda esta consciência existe quando há uma cultura organizacional de QSMS-RS e Sustentabilidade forte.

Onde todos acreditam e compartilham sempre buscando melhorar a prevenção e minimizar os riscos.

Da pequena a maior empresa se faz necessária à implantação de uma política de gestão voltada à prevenção, e ser bem difundida entre seus colaboradores se torna um grande desafio, pois é uma questão de sobrevivência neste mercado cada vez mais exigente e competitivo.

Sustentabilidade e QSMS-RS são custo !!!, já ouvi esta frase não sei quantas vezes em reuniões, mas isso é um passado que não cabe mais ser discutido.

Surgem todos os dias em manchetes notícias de acidentes de trabalho e acidentes ambientais.

Muitos são de erros e omissões do passado.

Descobrem-se comunidades instaladas em áreas com passivo ambiental, vazamentos de óleo tanto em terra como em corpos hídricos, colaboradores que não tinham nenhum treinamento para aquela função e o resultado?

Acidentes! E mais passivo ambiental!

Quanto custa a imagem de uma empresa ligada a estes acidentes? Qual a marca vai querer sua imagem associada a esta parceira? Qual a instituição financeira que deseja associar seu nome com um projeto desta?

Contratar e dar responsabilidade a pessoas que não tem muita bagagem e não são comprometidas com cultura da empresa resulta muito mais caro do que contratar pessoas alinhadas e com experiência real na linha de frente!

Dentro das corporações precisa se falar mais de prevenção e da possibilidade de se evitar tais acidentes e evitar a junção de fatores que poderá acarretar tais danos.

E isso só vem através de conscientização, treinamento e a implantação de uma cultura organizacional forte de QSMS-RS e sua política de sustentabilidade.

A participação do RH é crucial para o sucesso neste processo, este tem que estar alinhado com o QSMS-RS e a real necessidade de motivação para a implantação e manutenção da cultura da empresa.

Tive a felicidade de trabalhar em empresas que a cultura de QSMS-RS e Sustentabilidade era bem incorporada como um VALOR e muito bem divulgada graças ao RH e o apoio da diretoria.

Também tive em empresas que tinham uma política excelente, mas a cultura não estava disseminada e enraizada.

E por experiência própria, quando isso acontece o trabalho do QSMS-RS passa ser em dobro nesta situação.

Em vez de focar na sustentabilidade do seu negócio o gestor também tem que fazer o trabalho de implantar o comportamento em relação a uma política de QSMS/Sustentabilidade da empresa em várias áreas, e sem apoio do RH fica difícil.

É importante para o posicionamento das empresas no Brasil e principalmente no exterior perante investidores e instituições financeiras internacionais a seriedade desta matéria.

Participei de longas reuniões com essas instituições independentes do continente ou do tipo de projeto na qual que tinha de expor taxas de acidentes, planos e a política de QSMS e Sustentabilidade para que autorizassem os financiamentos dos projetos!

Como os acidentes são uma combinação de causas que vão desde não seguir os procedimentos, decisões gerenciais, falhas humanas e dos equipamentos é necessário que sejam desenvolvidos além de um sistema de gestão que contemple o gerenciamento de riscos, uma cultura preventiva nas organizações capaz de evitar decisões e ações que possam desencadear os eventos catastróficos.

Dessa forma, a cultura organizacional em QSMS-RS e Sustentabilidade é um fator chave na prevenção, sendo talvez o maior desafio para que o nível de excelência seja atingido.

 

Texto: Roberto  Roche
contato@sustentahabilidade.com

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Artigos

Desenvolvedor de estratégias, nas áreas de Qualidade, Segurança, Meio Ambiente, Saúde e Responsabilidade Social com pós-doutorado na Aberdeen University (RU), MBA em Harvard (EUA), PhD em UCLA(EUA), MSc/ (EUA) e BSc /UFRJ.

Mais em Artigos

Risco Ambiental na Gestão de Resíduos Sólidos

Risco Ambiental na Gestão de Resíduos Sólidos

Roberto Roche12 de dezembro de 2017
São Paulo

Cidade de São Paulo – TODOS são “fumantes”.

Roberto Mangraviti9 de dezembro de 2017
Leite e Qualidade

Leite: qualidade, processamento e as nomenclaturas comerciais.

Convidado8 de dezembro de 2017
Pré-História

Homem … 45 mil anos de impacto ambiental

Ricardo Rose7 de dezembro de 2017
Gestão Ambiental

Gestão Ambiental portuária, Ônus ou Oportunidade?

Roberto Roche5 de dezembro de 2017
equipes

Equipes de Crise Corporativa

Roberto Mangraviti2 de dezembro de 2017
Energia Aeólica

A Cidade de Saerbeck planejou e realizou o futuro.

Roberto Mangraviti1 de dezembro de 2017
Demitir Clientes

Momento(s) de “demitir” um cliente !

Roberto Mangraviti30 de novembro de 2017

A revolução das impressoras 3D: Impressão de pontes de aço

Cristian Reis Westphal29 de novembro de 2017

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »