Artigos

LSD – No Globo Ocular

LSD – No Globo Ocular

Através de vídeos que circulam nas redes sociais (Facebook, WhatsApp), nos surpreendemos com uma nova forma de ingestão do tóxico: a aplicação de LSD diretamente no globo ocular.

Na verdade tLSDrata-se de uma técnica detectada na Espanha em 2010 que ganhou adeptos por ter um custo menor e por agilizar os efeitos alucinógenos.

De acordo com a Fundación para el Estudio, Prevención y Asistencia a las Drogodependencias (FEPAD) de Valencia, o consumo de LSD (doce ou bala como é conhecida na gíria) por via oral, que levaria em média 40 minutos para produzir efeito passa a 15 minutos com essa técnica. Além disso, a quantidade necessária da substância também é menor.

A droga LSD é aplicada entre a membrana que recobre a parte externa do globo ocular e a parte interna da pálpebra com a ajuda de um minúsculo pedaço de papel, dissolvendo-se e chegando rapidamente à corrente sanguínea e consequentemente ao Sistema Nervoso Central. Neste trâmite não há o processamento da substância pelo fígado como acontece na ingestão oral, por isso a aceleração dos efeitos.

Segundo portal de notícias G1 Globo.com, especialistas alertam que essa é uma prática muito perigosa, que pode causar danos permanentes aos olhos, inclusive a cegueira.

A DROGA LSD

O LSD (dietilamida do ácido lisérgico) é uma droga sintética que provoca distorções do funcionamento normal do cérebro causando alucinações, delírios, altera a percepção e leva à perda de controle sem que haja modulação da atividade cerebral (estimulação ou depressão). É  considerada a mais potente droga alucinógena. Milésimas doses podem produzir efeitos com duração de 4 a 12 horas.

Pode ainda causar um efeito a longo prazo chamado ‘flashback’ que é o retorno dos sintomas mentais da droga como se a estivesse consumindo, porém, sem usá-la. Isso pode causar sérios acidentes pois tais efeitos podem surgir em qualquer ocasião.

É sempre bom frisar que os efeitos sempre irão variar de acordo com a pessoa, doses utilizadas, estado emocional do usuário e também do ambiente em que se dá a experiência.

Infelizmente, quando se trata de novidade, os jovens são os mais suscetíveis na ‘cadeia alimentar’ do tráfico. Tudo favorece: o grupo de amigos, as baladas, a curiosidade, a necessidade de pertencimento, a busca pelo próprio mundo e tantas outras justificativas.

Cabe aos pais, profissionais, educadores e jovens: o conhecimento.

 

Outros Textos das Autoras

http://sustentahabilidade.com/o-mundo-das-drogas/

 

 

Texto: Veronica Salete Martins  e  Maria Cristina Lopes
contato@sustentahabilidade.com

 

Saiba mais:

Documentário – A Descoberta do LSD – youtube

 

Fundação para um Mundo Sem Drogas – www.mundosemdrogas.org.br

– A verdade sobre LSD – Uma Breve História

 

Portas reabertas para o LSD – Pesquisa acadêmica para cura de problemas de saúde, como a depressão

http://revistaepoca.globo.com/ideias/noticia/2012/06/portas-reabertas-para-o-lsd.html

 

 

Ver Comentários (1)

1 Comentário

  1. Fernando Salles

    18 de setembro de 2017 às 12:50

    Excelente artigo!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Artigos

Mais em Artigos

São Paulo

Cidade de São Paulo – TODOS são “fumantes”.

Roberto Mangraviti9 de dezembro de 2017
Leite e Qualidade

Leite: qualidade, processamento e as nomenclaturas comerciais.

Convidado8 de dezembro de 2017
Pré-História

Homem … 45 mil anos de impacto ambiental

Ricardo Rose7 de dezembro de 2017
Gestão Ambiental

Gestão Ambiental portuária, Ônus ou Oportunidade?

Roberto Roche5 de dezembro de 2017
equipes

Equipes de Crise Corporativa

Roberto Mangraviti2 de dezembro de 2017
Energia Aeólica

A Cidade de Saerbeck planejou e realizou o futuro.

Roberto Mangraviti1 de dezembro de 2017
Demitir Clientes

Momento(s) de “demitir” um cliente !

Roberto Mangraviti30 de novembro de 2017

A revolução das impressoras 3D: Impressão de pontes de aço

Cristian Reis Westphal29 de novembro de 2017
Gestão Hospitalar

A moderna gestão hospitalar e a questão ambiental.

Roberto Roche27 de novembro de 2017

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »