Artigos

Duas galáxias se tornando uma

Duas galáxias se tornando uma

A imagem acima, tirada com a Wide Field Planetary Camera 2 a bordo do Telescópio Espacial Hubble, mostra a galáxia NGC 6052, localizada a cerca de 230 milhões de anos-luz de distância na constelação de Hércules e possuindo uma declinação de +20° 32′ 32″ e uma ascensão reta de 16 horas, 05 minutos e 13,0 segundos.

Seria razoável pensar nisso como uma simples galáxia anormal, e ela foi originalmente classificada como tal. No entanto, ela é na verdade uma “nova” galáxia em processo de formação. Duas galáxias separadas foram gradualmente se aproximando, atraídas pela gravidade, e colidiram. Nós agora as vemos fundindo-se numa única estrutura.

Enquanto o processo de fusão continua, estrelas individuais são jogadas fora de suas órbitas originais e colocadas em caminhos totalmente novos, alguns muito distantes da região da própria colisão.

Uma vez que as estrelas produzem a luz que vemos, a “galáxia” parece ter agora uma forma altamente caótica. Eventualmente, esta nova galáxia acomodar-se-á numa forma estável, que não poderá assemelhar-se a qualquer uma das duas galáxias originais.

A nossa própria Via Láctea poderá futuramente também se chocar com a galáxia mais próxima de nós, a galáxia de Andrômeda, também propiciando esta fusão como a galáxia NGC 6052.

Créditos da imagem: ESA/Hubble & NASAR

Autor: Cristian Reis Westphal

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Artigos

Estudante de Engenharia Química. Lidera há 7 anos o projeto Ciência e Astronomia, que compartilha informações nas áreas da ciência e astronomia. Trabalha com divulgação científica em escolas e disponibiliza telescópios para observações em praças.

Mais em Artigos

Varejo

Varejo crescerá 1,4% em 2017.

Roberto Mangraviti21 de outubro de 2017
Boni

Boni-65 anos de brilhante trajetória televisiva

Fabio Rejaili Siqueira20 de outubro de 2017
Riso

A origem do riso

Convidado18 de outubro de 2017
acidente ambiental

Complacência MATA!

Roberto Roche17 de outubro de 2017

Desperdício “Zero” … cultura Mottainai do Japão.

Tiemi Yamashita13 de outubro de 2017

O quão grande pode se tornar um tsunami?

Cristian Reis Westphal12 de outubro de 2017
Meio Ambiente

A Importância da Conformidade Ambiental da Indústria

Roberto Roche10 de outubro de 2017
Cerrado

Cerrado e agricultura

Ricardo Rose6 de outubro de 2017
QSMS-RS sustentabilidade

O que a indústria espera do seu Gestor de Sustentabilidade

Roberto Roche5 de outubro de 2017

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »