Artigos

Economia : uma Ciência que não aceita desaforos!

Economia : uma Ciência que não aceita desaforos!

O Governo brasileiro entre 2008 e 2015 praticou a seguinte maluquice, ”enquanto os gastos do governo cresceram mais de 50%, as receitas avançaram apenas 17%”, informou Henrique Mairelles.

Imagine caro leitor uma família que ganhe o suficiente para subsistência, e decida “estourar” em 35% o orçamento doméstico. Que tal ? Ou seja subtraia 35% de seu salário e pergunte-se quantos meses sobreviverá sem cortar gastos com escola, plano de saúde , alimentação etc …etc . Portanto não existe discussão mais inútil e falsa, como aquelas que defendem programas sociais que visam proteger as classes desfavorecidas, sem explicar da onde virá o dinheiro. Um verdadeiro socialista é aquele que conhece aritmética simples e que portanto jamais promete um futuro inexequível. E o resultado que se observa quando se pratica a irresponsabilidade fiscal para pretensamente proteger classes desfavorecidas é gerar o enorme desemprego… que desgraçadamente atinge os profissionais despreparados tecnicamente, ou seja a classe pobre.

Resumo da fotografia, prometeram no Brasil entre 2008 e 2015, mundos e fundos e hoje temos 12 milhões de desempregados, especialmente na classe pobre, justamente aquela se prometia proteger. E todo governo é assim: um estranho bicho de duas cabeças. Numa delas temos um leão voraz que come verbas, e na outra s um carneirinho inocente para economiza-las. A confirmar que este “bicho estranho” existe em todos os continentes, vale destacar uma outra frase do ex-presidente Ronald Reagan … “O governo é como um bebê: um canal alimentar com um enorme apetite, numa ponta, e nenhum senso de responsabilidade na outra”.

E qual a diferença então entre presidentes que entendem isto e os que não entendem ? Está na sociedade que elegem gente sem essa responsabilidade.

Economia1

 

 

Economia2

 

Autor:Roberto Mangraviti
contato@sustentahabilidade.com

 

 

 

 

 

Artigos

Economista e Facility Manager em Sustentabilidade. Editor, diretor e apresentador do Programa Sustentahabilidade pela WEBTV. Palestrante, Moderador de Seminários Internacionais de Eficiência Energética, Consultor da ADASP- Associação dos Distribuidores e Atacadistas do Estado de São Paulo e colunista do site do Instituto de Engenharia de São Paulo.

Mais em Artigos

BNPETRO

Unicórnio nacional é destaque no mundo dos negócios ambientais

Roberto Mangraviti8 de agosto de 2020
Energia limpa crescendo em 2020 no Mundo

Energia limpa crescendo em 2020 no Mundo

Roberto Mangraviti3 de agosto de 2020
Novo marco legal do saneamento

Novo marco legal do saneamento

Roberto Mangraviti26 de julho de 2020
Conheça do benefícios das plantas medicinais e aromáticas

Conheça do benefícios das plantas medicinais e aromáticas

Isabel Gimenez20 de julho de 2020
Irrigação por Energia Solar

Primeiro pivô de irrigação por energia solar é lançado no Brasil

Roberto Mangraviti13 de julho de 2020
Biosolvit é ganhadora do Virtual South Summit de Sustentabilidade

Biosolvit é ganhadora do Virtual South Summit de Sustentabilidade

Roberto Mangraviti28 de junho de 2020
Transações online de gado ganham força durante pandemia

Transações online de gado ganham força durante pandemia

Roberto Mangraviti15 de junho de 2020
Oceanos e suas biodiversidades em alerta

Oceanos e suas biodiversidades em alerta

Convidado9 de junho de 2020
Resignifcando o Século XXI e ½ : do “politicamente correto” ao economicamente inepto.

Resignifcando o Século XXI e ½ : do “politicamente correto” ao economicamente inepto.

Roberto Mangraviti7 de junho de 2020

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com