Artigos

Fundos de Pensão – Os dois lados da mesma moeda.

Fundos de Pensão – Os dois lados da mesma moeda.

Petros(Petrobras) e Postalis(Correios) entraram na Justiça brasileira solicitando indenização dos Banco Santander e do Trendbank por deixarem de cumprir o compromisso de fiscalizar as operações de crédito patrocinadas por estas entidades (Estadão 27 de agosto). A falta de fiscalização (haviam notas frias nas operações) e a intermediação de empréstimos para credores duvidosos (Grupo Rock de Adir Assaf envolvido com investigações da Polícia Federal) no montante de R$ 100 milhões de reais, proporcionaram prejuízos aos investidores do Petros e Postalis (ex-funcionários/funcionários da Petrobras e Correios).

O outro lado desta mesma moeda é muito mais preocupante e corre na corte de justiça norte americana. Investidores de Wall Street que aplicaram dinheiro de funcionários de fundos de pensão daquele país em ações da Petrobrás, reclamam por indenizações por conta de praticas contábeis nada suspeitas, mas criminalmente comprovadas pela Lava Jato, por desvios e delitos diversos. Somente na Refinaria de Abreu e Lima o “erro de projeto” resultou num gasto 20 vezes maior que o orçamento, e ficou na casa de R$ 20 bilhões, emoldurando um processo que estima-se na casa dos estratosféricos US$ 200 bilhões de dólares que serão pleiteados pelos advogados norte americanos contra a empresa brasileira, em indenizações. Para piorar a coisa no campo jurídico, o “folder” de propaganda distribuído na Bolsa de Nova York para os investidores, há 6 anos como “garantia” de um bom negócio, levava a assinatura de nada mais nada menos, da Sra. Dilma Vana Rousseff.

Autor: Roberto Mangraviti
contato@sustentahabilidade.com

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos

Economista e Facility Manager em Sustentabilidade. Editor, diretor e apresentador do Programa Sustentahabilidade pela WEBTV. Palestrante, Moderador de Seminários Internacionais de Eficiência Energética, Consultor da ADASP- Associação dos Distribuidores e Atacadistas do Estado de São Paulo e colunista do site do Instituto de Engenharia de São Paulo.

Mais em Artigos

Queimadas 2017

Queimadas 2017

Roberto Mangraviti18 de fevereiro de 2018
Upp's no Rio de Janeiro

As UPP’S do Rio de Janeiro… uma farsa para “ inglês ver”.

Roberto Mangraviti17 de fevereiro de 2018
Energia de gás natural e biomassa

Energia de gás natural e biomassa

Bel Gimenez16 de fevereiro de 2018
Humburger

Alimentos feitos de insetos, uma realidade de mercado.

Roberto Mangraviti14 de fevereiro de 2018
A Mordida da Centopéia

A mordida da centopéia

Karen P Castillioni13 de fevereiro de 2018
Nicolas Maduro

E agora José ?

Roberto Mangraviti12 de fevereiro de 2018
Empório Mata Atlântica

Empório Mata Atlântica com picolés de Uvaia e Juçara.

Bel Gimenez11 de fevereiro de 2018
Plásticos no Mar

Como o plástico está prejudicando recifes de corais?

Karen P Castillioni9 de fevereiro de 2018
O capital

Melhora ou estagnação?

Ricardo Rose8 de fevereiro de 2018

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »