Artigos

Gato: o animal do futuro

Gato: o animal do futuro

Os felinos, diferente dos cães, precisam de menos espaço, além de exigirem menos cuidados e atenção.  Por isso hoje é cada vez mais comum ouvir que o gato é o “pet do futuro”.

Com a verticalização das cidades, cada vez mais pessoas moram em apartamentos e  normalmente passam a maior parte do dia no trabalho.  Essas duas características são determinantes na escolha por um felino, pois eles conseguem ficar mais tempo sozinhos e se adaptam muito bem a apartamentos. Outro ponto positivo é a higiene, os gatos fazem a auto-limpeza diariamente e só defecam ou urinam em suas caixas sanitárias. Após a evacuação eles cobrem as fezes com a areia, amenizando o odor e não as deixando expostas.

O mito de que gatos são interesseiros e que só gostam da casa é completamente falso. Esses animais criam um vinculo afetivo muito forte com os donos, independente do local onde habitam. Esses rumores surgiram pois os felinos tem um padrão de comportamento muito diferente dos cães e essas diferenças precisam ser esclarecidas. Os bichanos são mais independentes e suas demonstrações de carinho são mais sutis. Eles normalmente não gostam de carinho na barriga e também não gostam de pessoas ou animais estranhos. Contudo demonstram amor  aos donos de forma expressiva e corriqueira, pois sempre ficam por perto, sendo até comum  dormirem junto com eles, além de  esfregarem a face em  mãos e pernas ”conhecidas”.

Os felinos não precisam e não gostam de passear na rua, se tiverem pelo curto não é necessário dar banhos e se forem de pelo longo um banho por mês é suficiente. O melhor local para dar banho é em casa, a ida ao pet shop é muito estressante para eles. Gatos de estimação devem ser castrados, pois o macho inteiro urina pela casa para demarcar território e a fêmea quando entra no cio vocaliza muito alto, incomodando os vizinhos. O principal cuidado é colocar a tela de proteção em sacadas e janelas, pois a queda é o principal acidente com gatos em apartamentos.

Ao comprar ou adotar um animal devemos escolher a espécie que mais se adequa ao estilo de vida e local onde moramos. O gato pode ser um pet de estimação muito companheiro e carinhoso basta deixarmos de lado os velhos preconceitos.

Autora: Fernanda Lanzelotti

contato@sustentahabilidade.com

Artigos

Médica Veterinária graduada na Unesp - Botucatu. Pós-Graduada em Acupuntura Veterinária e em clínica médica e cirúrgica de Felinos. Os atendimentos são realizados no cunsultório da Clínica Veterinária Spécialité -Uberlândia -Mg

Mais em Artigos

Cães podem ser geneticamente programados para amar seres humanos

Cristian Reis Westphal22 de março de 2019
Dislexia

Dislexia

Dr Leo Kahn21 de março de 2019
Humanos e Animais

Famílias Multiespécies

Fernanda Lanzelotti20 de março de 2019
Motivação_Herzberg

Teoria da Motivação de Herzberg (3).

Roberto Mangraviti19 de março de 2019
Herpes Zoster

Herpes zoster

Dr Leo Kahn16 de março de 2019

Evidências mostram origem de vida humana no Sul da Austrália

Cristian Reis Westphal14 de março de 2019

Mata Ciliar: os cílios das águas

Laís Nunes13 de março de 2019
Imprensa

No país das declarações

Ricardo Rose12 de março de 2019
Guedes ... um país de extrativistas falando muita merda.

Guedes … um país de extrativistas falando muita merda.

Roberto Mangraviti12 de março de 2019

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »