Artigos

Lei 360⁰… e a Petrobrás.

Lei 360⁰… e a Petrobrás.

O site internacional  “Law 360⁰ ”  é EXCLUSIVO para listar as ações jurídicas contra a Estatal. Ou seja, UMA LISTA INTERNACIONAL DE DESVIOS.

Os números que “rolam “ no mercado sobre o preço deste “assalto” variam entre US$ 200 bilhões a US$ 500 bilhões. Uns dizem US$ 300 bilhões, enfim , o leitor que um dia achou tolice privatizar a Petrobrás agora deve estar sentindo-se péssimo cidadão (suponho), porque nas cortes internacionais, não se engavetam processos, não se substituem juízes, tampouco se ameaçam magistrados. A conta virá bilionária, that’s it! Portanto, perdemos a chance de colocar bilhões de dólares no mercado brasileiro, em investimentos em hospitais e escolas, com o dinheiro que seria auferido com uma possível privatização, que agora irão para os cofres do exterior.

Contudo o mais estranho, é que ainda existam pessoas contra a privatização, mesmo que agora tenhamos que pagar bilhões de dólares para os bolsos dos gringos. Tem atitude mais estupidamente “capitalista selvagem”, do que mandar dinheiro suado do trabalhador para o exterior?

Para os contrários as privatizações, cabe um aviso tranquilizador … a Petrobras não será privatizada. Motivo ? O passivo é incalculável, pois não se pode avaliar quantos processos ainda serão movidos contra a estatal.

Logo não se sabe o valor do “buraco” no caixa, e sendo assim a empresa  é “invendável “. Enquanto isso o cidadão brasileiro vai pagando a conta que se mostra incomensurável, incerta e instável, sendo a favor ou não da privatização!

Deveria existir na Constituição, um direito de transferência de dívida pública. Ou seja, se o cidadão é a favor da privatização,  deveria ter o direito de transferir o ônus do prejuízo que terá que arcar, para quem é contra a privatização. 

E olha gente … no meu caso, se um dia  ela der lucro, não quero nada não … pode ficar com a conta .

Algum leitor aceita receber esta minha transferência ?

https://www.law360.com/cases/54872367dd5fc75bea000003

 

Autor: Roberto Mangraviti
contato@sustentahabilidade.com

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Artigos

Economista e Facility Manager em Sustentabilidade. Editor, diretor e apresentador do Programa Sustentahabilidade.com pela WEBTV. Consultor da ADASP- Associação dos Distribuidores e Atacadistas do Estado de São Paulo e colunista do site do Instituto de Engenharia de São Paulo.

Mais em Artigos

São Paulo

Cidade de São Paulo – TODOS são “fumantes”.

Roberto Mangraviti9 de dezembro de 2017
Leite e Qualidade

Leite: qualidade, processamento e as nomenclaturas comerciais.

Convidado8 de dezembro de 2017
Pré-História

Homem … 45 mil anos de impacto ambiental

Ricardo Rose7 de dezembro de 2017
Gestão Ambiental

Gestão Ambiental portuária, Ônus ou Oportunidade?

Roberto Roche5 de dezembro de 2017
equipes

Equipes de Crise Corporativa

Roberto Mangraviti2 de dezembro de 2017
Energia Aeólica

A Cidade de Saerbeck planejou e realizou o futuro.

Roberto Mangraviti1 de dezembro de 2017
Demitir Clientes

Momento(s) de “demitir” um cliente !

Roberto Mangraviti30 de novembro de 2017

A revolução das impressoras 3D: Impressão de pontes de aço

Cristian Reis Westphal29 de novembro de 2017
Gestão Hospitalar

A moderna gestão hospitalar e a questão ambiental.

Roberto Roche27 de novembro de 2017

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »