Artigos

Mais líderes na gestão de QSMS-RS & Sustentabilidade

Mais líderes na gestão de QSMS-RS & Sustentabilidade

Depois de 30 anos nas indústrias de óleo e gás, energia, mineração e química.

Passando por muitos projetos, desde perfurações no mar do Norte até portos e ferrovias na África.

Enquanto trabalhava com centenas de gestores e assistentes de QSMS-RS(*), foi rara a oportunidade de ter trabalhado com quem tinha realmente atitude de líder nesta área.

A pior frase nesses anos de trabalho que escutei foi a de um gestor de QSMS-RS reclamando de ter tido uma equipe inexperiente no projeto por isso uma grande quantidade de acidentes.

O que ele não percebeu quando expos esse raciocínio é que esta desculpa não existiria se fosse um verdadeiro líder.

Dividir conhecimento e experiência é o princípio básico de liderança!

Infelizmente gestores de QSMS-RS que são verdadeiros líderes são raros, limitando a exercer o papel de polícia sobre os colaborares e tornando se a pessoa mais odiada da área.

Se as empresas não começarem a treina-los adequadamente sobre como ser um verdadeiro líder e implantar uma cultura de sustentabilidade.

Sempre teremos problemas na área que normalmente são escondidos para debaixo do tapete até o próximo acidente grave.

Aí, troca o gestor a equipe!  Mas infelizmente a atitude continua.

O gestor que acredita que se o projeto não for bem-sucedido a culpa é dos outros e nunca a dele, está bem longe de perceber que um projeto bem-sucedido ou não é o resultado de um trabalho em equipe.

Ou todos conseguem ou todos falham e ele tem que ter a capacidade de demonstrar esta atitude a todos ao seu redor.

Criar e sustentar uma atmosfera positiva e bem-sucedida que seja contagiosa é outra missão para se um bom líder, pois acidentes infelizmente vão ser causados e nunca podem se deixar abater.

Ser gestor sendo inflexível e com atitude de polícia é fácil em vez de usar bem a capacidade de todos ao seu redor.

Toda vez que contratávamos gestores de QSMS-RS para algum projeto, muitos possuíam uma característica em comum.

Na qual era de mostrar ou se exibir de como eram bem informados, pois sabiam das normas e NRs de cor e salteado, que tinham cursos e etc. e realmente impressionavam e saiam muito bem na entrevista.

Mas não era isso que nós desejávamos, pois, um software supre essa necessidade, mas sim buscávamos uma pessoa que tivesse disposta a compartilhar suas habilidades com o grupo, a empresa e agregar valor à cultura desta.

Os que possuem o espirito de liderança tendem a não ligarem em levar o crédito!

Muitas vezes, tem se a impressão de que eles quase não tinham nada a ver com o sucesso de um projeto passado.

Apreciam a contribuição de cada membro da equipe, não importa a quão pequena e preferem dar-lhes o crédito para o sucesso do projeto, em vez de tomar crédito para si.

O uso de palavras e como as utiliza, nós ou nosso para descrever os responsáveis pelos sucessos dos projetos, já revela o perfil de líder.

Um verdadeiro líder não precisa saber de tudo, pois esta área de QSMS-RS e Sustentabilidade são muito abrangentes.

Não quero dizer que ele não precisa saber nada sobre a indústria em que estão trabalhando, mas um conhecimento da função é suficiente com alguém que sabe onde e de quem para obter as informações que eles e sua equipe necessitam.

O líder fornece orientação e uma visão ampliada do seu negócio para o projeto.

“Guia” seu pessoal através dos procedimentos ao mesmo tempo em que lá na frente está pronto a ajudar na remoção dos obstáculos que impedem ou dificultam o processo.

O trabalho de um verdadeiro líder não é visto no dia a dia das rotinas e sim sentido para manter o fluxo do projeto.

Eu sempre pensei que é mais fácil direcionar o caminho de uma pedra que vem rolando ladeira abaixo do que uns ajustes das que estão paradas no sentido que você gostaria que ela fosse.

Dê aqueles ao seu redor autoridade para controlar o seu próprio destino, estar lá quando eles tropeçam e caem para ensiná-los a voltar e começar de novo.

Sempre aberto a novos caminhos e incentivar novas ideias. Aprende-se mais em 5 minutos de falhas do que você faz em um ano de sucessos.

Tento sempre me lembrar de que ser líder, não é sobre você.

É a preparação da próxima geração, capacitar pessoas ao seu redor, tratar a todos com o respeito que merecem fornecer orientação e proteção, guiar a equipe para o sucesso e, sobretudo, ensina-los a fazer o mesmo para os outros.

Quando um líder realmente acredita que o impossível é possível, em seguida, aqueles em torno deles vão agir e grandes resultados aparecerão.

Faça da sua área de Sustentabilidade e QSMS-RS um lugar onde todos queiram estar colaborando sempre, e tenha a certeza, seu projeto será bem-sucedido.

Realizamos nestes anos resultados positivos em que a maioria teria dito ser impossível se eu tivesse explicado a eles o que estávamos tentando alcançar, mas conseguimos mesmo assim.

Por quê?

Porque sempre tive uma grande equipe motivada que acredita, como eu, “Nada é impossível”.

(*)Qualidade, Saúde Ocupacional, Meio Ambiente, Segurança do Trabalho, Responsabilidade Social e Sustentabilidade

Texto: Roberto Roche
contato@sustentahabilidade.com

Outros Textos do Autor

http://sustentahabilidade.com/complacencia-mata/

http://sustentahabilidade.com/o-que-industria-espera-do-seu-gestor-de-sustentabilidade/

Imagem SME South Africa

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Artigos

Desenvolvedor de estratégias, nas áreas de Qualidade, Segurança, Meio Ambiente, Saúde e Responsabilidade Social com pós-doutorado na Aberdeen University (RU), MBA em Harvard (EUA), PhD em UCLA(EUA), MSc/ (EUA) e BSc /UFRJ.

Mais em Artigos

São Paulo

Cidade de São Paulo – TODOS são “fumantes”.

Roberto Mangraviti9 de dezembro de 2017
Leite e Qualidade

Leite: qualidade, processamento e as nomenclaturas comerciais.

Convidado8 de dezembro de 2017
Pré-História

Homem … 45 mil anos de impacto ambiental

Ricardo Rose7 de dezembro de 2017
Gestão Ambiental

Gestão Ambiental portuária, Ônus ou Oportunidade?

Roberto Roche5 de dezembro de 2017
equipes

Equipes de Crise Corporativa

Roberto Mangraviti2 de dezembro de 2017
Energia Aeólica

A Cidade de Saerbeck planejou e realizou o futuro.

Roberto Mangraviti1 de dezembro de 2017
Demitir Clientes

Momento(s) de “demitir” um cliente !

Roberto Mangraviti30 de novembro de 2017

A revolução das impressoras 3D: Impressão de pontes de aço

Cristian Reis Westphal29 de novembro de 2017
Gestão Hospitalar

A moderna gestão hospitalar e a questão ambiental.

Roberto Roche27 de novembro de 2017

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »