Artigos

Mecânica Quântica … nossa nova coluna!

Mecânica Quântica … nossa nova coluna!

A compreensão da  Mecânica Quântica foge da visão clássica de mundo que possuímos. Assim, as implicações resultantes de conceitos como os de superposição de estados, princípio de incerteza, dualidade onda-partícula, bóson de higgs, ondas gravitacionais, distribuição de probabilidades e não localidade,  desfavorecem o entendimento e a aprendizagem significativa da Mecânica Quântica. Como a ciência avança velozmente é necessário evoluir, demonstrando apreço aos mentores dessa disciplina, Albert Einstein, Max Planck e Niels Bohr, entre outros cientistas ilustres.

No final do século XIX, vários fenômenos físicos pareciam não poder ser explicados pela física da época, hoje chamada “física clássica” ou “newtoniana”. Relacionavam-se com a luz, o calor, os átomos etc. Para dar conta desses fenômenos, toda a física clássica teve que ser substituída. O resultado foi o que se chama hoje “física moderna”. Inicialmente, ela era constituída pelas teorias da Relatividade e pela Mecânica Quântica. A revolução da física moderna foi muito profunda. Conceitos caros como os de espaço, tempo, matéria e causalidade tiveram que ser revistos. Há inúmeras características importantes da Mecânica Quântica diferentes da física clássica, mas, como o objetivo de hoje é não tornar o artigo extenso, será  resumido e na sua  essência, que  é  a dificuldade  de  assimilação (aprendizagem) do tema proposto.

Entretanto, a Mecânica Quântica é a ciência revolucionaria do século XX. (Goswami, 2013, p. 43)  Passa a ser base de sustentação da física, atômica, molecular e do estado sólido, da física das partículas simples e da luz. Seus impactos práticos atingem hoje as mais variadas atenções, beneficiando diversos campos   como as Ciências da Saúde e as Engenharias. Mais ainda, os desenvolvimentos  na miniaturização eletrônica e na nanotecnologia têm introduzido, até no mundo dos negócios, aparelhos que somente podem ser observados a partir dos princípios da Mecânica Quântica. Se até agora este conhecimento estava reservado aos estudantes de Física e de Química, parece inevitável que a maioria dos profissionais deste  século XXI, deva ter um informação abrangente  destes conceitos, e para tal, é necessário quebrar   paradigmas vigentes.

A Mecânica Quântica revolucionou nossas noções de energia, matéria e causalidade. O que pensávamos ser partículas não são partículas nem ondas, mas comportam-se ora como onda, ora como partícula. A natureza parece ser intrinsecamente indeterminista e só nos é possível prever médias e probabilidades.  A comprovar esta nova realidade,  ao nosso redor há inúmeras tecnologias baseadas na Mecânica Quântica, como computadores, DVDs e CDs, Celular, GPS, Ressonância Magnética, etc. Estes   fatores relevantes conduzem ao desenvolvimento de estratégias didáticas que favoreçam a aprendizagem significativa dos princípios quânticos e se tornem temas de pesquisa auxiliar para os estudantes e leitores leigos que tenha apreciação pelo tema. Sendo assim, a visualização dos fenômenos microscópicos a partir dos princípios da Mecânica Quântica é essencial,  e não é uma tarefa fácil, mas, é REAL e faz parte do cotidiano social e global.

Enfim, o tema de hoje teve objetivo de explanar de forma geral o significado deste novo campo de estudo e justamente no momento em que a ciência tida como “tradicional”, confirma após 100 anos (muito tempo) aquilo que Einstein já sabia. Talvez este seja o maior desafio dos tempos atuais: desenvolver um olhar que transcenda aquilo que a população ainda não entendeu porque. Esperamos, através deste espaço, trazer este olhar 360⁰ sobre estes temas indeterminados, aprofundando e debatendo este universo maravilhoso da Mecânica Quântica.

Até breve !

Autora: Terezinha Steinhauser

contato@sustentahabilidade.com

 

Fontes de pesquisa.

Rev. Bras. Ensino Fís. vol.23 no.4 São Paulo Dec. 2001

http://dx.doi.org/10.1590/S0102-47442001000400010

http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-47442001000400010&script=sci_arttext&tlng=pt

http://www.scielo.br/pdf/%0D/rbef/v27n1/a04v27n1.pdf

Santos+-+Um+Discurso+sobre+as+Ciências (1)

“O site Wikipedia em espanhol teve uma ideia muito interessante para explicar a dualidade onda-partícula, que exemplifica com perfeição o entendimento quântico indeterminista. Ilustrou com a figura abaixo, como o mesmo objeto pode se manifestar de uma forma se visto sob um certo ângulo, e de outra se visto sob outro ângulo. Um cilindro produz uma sombra quadrada em uma parede e circular na outra. Se vemos só a sombra, parecerá uma contradição: como algo pode ser redondo e quadrado ao mesmo tempo? Não é um círculo nem um quadrado: ele é uma outra entidade (um cilindro), mas que se manifesta como um quadrado ou como um círculo, dependendo da situação. Mas cuidado: isto é apenas uma analogia. Tanto as ondas como as partículas e as entidades ‘nem-ondas-nem-partículas’ estão no espaço tridimensional comum.”

Foto: Internet Wikipedia.

 

 

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Artigos

Mais em Artigos

Varejo

Varejo crescerá 1,4% em 2017.

Roberto Mangraviti21 de outubro de 2017
Boni

Boni-65 anos de brilhante trajetória televisiva

Fabio Rejaili Siqueira20 de outubro de 2017
Riso

A origem do riso

Convidado18 de outubro de 2017
acidente ambiental

Complacência MATA!

Roberto Roche17 de outubro de 2017

Desperdício “Zero” … cultura Mottainai do Japão.

Tiemi Yamashita13 de outubro de 2017

O quão grande pode se tornar um tsunami?

Cristian Reis Westphal12 de outubro de 2017
Meio Ambiente

A Importância da Conformidade Ambiental da Indústria

Roberto Roche10 de outubro de 2017
Cerrado

Cerrado e agricultura

Ricardo Rose6 de outubro de 2017
QSMS-RS sustentabilidade

O que a indústria espera do seu Gestor de Sustentabilidade

Roberto Roche5 de outubro de 2017

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »