Artigos

Medicina Veterinária Preventiva

Medicina Veterinária Preventiva

Uma das frases mais populares na medicina humana diz que “é melhor prevenir do que remediar”. A medicina veterinária segue a mesma rota e já esta muito claro que a prevenção deve ser a base de tudo, afinal tratar é mais oneroso, desgastante fisicamente e psicologicamente.

O aumento dos cuidados e da estima pelos cães e gatos aumentou sua longevidade. Com isso as pessoas querem saber como fazer com que esses novos membros da família vivam o máximo possível. A resposta dessa pergunta chama-se prevenção.

Nos pilares da saúde encontramos a alimentação, o meio ambiente e genética. Não podemos mudar esse último quesito, mas os demais sim. As cachorras podem ser altamente beneficiadas com a castração precoce que diminui em mais de 90% as chances de desenvolvimento de tumor mamário (tumor mais frequente ) bem como as infecções de útero. Após a cirurgia é importante utilizar uma ração específica para animais castrados a fim de controlar a ingestão de calorias e prevenir o ganho de peso. A obesidade nos pet podem levar a diversas doenças crônicas como a diabetes, hipertensão e até câncer. Vale mencionar que o sobrepeso piora muito o quadro das doenças osteoarticulares (exemplos: artrose, displasia coxofemoral, luxação de patela), que são muito frequentes nos cães idosos. A manutenção da vermifugação, vacinação e controle de parasitas deve ser feita em qualquer idade, raça ou espécie.

Já os felinos são altamente susceptíveis a desenvolverem doença ligadas ao trato urogenital e renal. Assim sendo é de extrema importância que se estimule a maior ingestão de água e que a liteira permaneça limpa. A obesidade no gato também é muito comum e pode ser evitada através da utilização fracionada e pesada de rações para animais castrados nas quantidades indicadas para cada idade e porte físico. A castração diminui o comportamento de fuga evitando acidentes.

A partir dos oito anos indica-se fazer uma consulta anual de rotina bem como os exames de sangue e de urina. Esse procedimento pode detectar diversas doenças no estágio inicial facilitando muito o tratamento. Lembrando que não é normal o animal vomitar toda semana, claudicar nos dias frios, ter tosse depois de brincadeiras. Sintomas não devem ser ignorados, se tem algo de diferente com seu pet procure seu veterinário de confiança e investigue.
Prevenir é muito mais efetivo, barato e eficaz do que tratar. Essas medidas aumentam a sobrevida de qualidade dos nossos peludos e nos proporciona mais tempo para tê-los ao nosso lado.

Foto: http://www.dragonvet.co.uk/

Autora: Fernanda Lanzelotti (Médica Veterinária)
contato@sustentahabilidade.com

Artigos

Médica Veterinária graduada na Unesp - Botucatu. Pós-Graduada em Acupuntura Veterinária e em clínica médica e cirúrgica de Felinos. Os atendimentos são realizados no cunsultório da Clínica Veterinária Spécialité -Uberlândia -Mg

Mais em Artigos

Mal de Parkinson

Mal de Parkinson

Dr Leo Kahn18 de abril de 2019
Figado - Cistos Hepáticos

O Fígado…Cistos hepáticos

Dr Leo Kahn12 de abril de 2019

O momento que um cometa é engolido pelo Sol

Cristian Reis Westphal10 de abril de 2019
Animais em Transporte Público

Transporte de animais nas linhas da CPTM, Metrô e ônibus Intermunicipais

Milena Rupiani Bonetto9 de abril de 2019
Florestas Tropicais, Savanas e biodiversidade

Florestas, biodiversidade e pobreza

Ricardo Rose6 de abril de 2019

Doação de Sangue

Laís Nunes5 de abril de 2019
homeopatia

Homeopatia em pequenos animais

Fernanda Lanzelotti2 de abril de 2019
Chega no Brasil Paulo Azevedo

Paulo Azevedo no Brasil

Roberto Mangraviti1 de abril de 2019

A morte de uma estrela

Cristian Reis Westphal29 de março de 2019

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »