Artigos

Metionina – A alta concentração é um fator de risco para sua saúde

Metionina – A alta concentração é um fator de risco para sua saúde

A metionina é um aminoácido obtido através da alimentação, sendo que o organismo humano é incapaz de sintetizá-lo, tem funções importantes como síntese proteica, produção de creatina, cisteína e taurina.  

É absorvido no intestino delgado de maneira ativa e metabolizado pelo fígado e um dos resultados da sua metabolização é a produção da homocisteína. Alguns fatores podem levar o corpo a concentrar quantidades elevadas de metionina ou de homocisteína e em excesso as duas substâncias podem ser prejudiciais.

A alta concentração de homocisteína é considerada fator de risco para patologias cardiovasculares e cerebrais, aterosclerose, derrame, trombose e doenças neurodegenerativas, como Alzheimer e Parkinson. Já o excesso de metionina pode ocasionar desordens neurológicas, déficit cognitivo e edema cerebral.

Fatores de risco:

  • Patologia hereditária autossômica recessiva, quando há uma mutação nos genes AHCY, GNMT e MAT1A, genes envolvidos na síntese da MAT.
  • Homocistinúria
  • Tirosinemia 
  • Galactosemia
  • Doença hepática
  • Exagerada ingestão de metionina a partir do consumo excessivo de proteína
  • Deficiência em Metionina adenosiltransferase, Glicina N-metiltransferase, S-adenosil-homocisteína hidrolase e Adenosina cinase

Sinais e sintomas:

  • Deterioração do desenvolvimento psicomotor
  • Tremores
  • Desordens de movimento
  • Cefaleia
  • Movimentos oculares descontrolados
  • Aumento dos reflexos tendinosos
  • Deficiências na linguagem e aprendizagem
  • Letargia
  • Deficiências de coagulação

O diagnóstico pode ser feita durante a triagem neonatal e após o nascimento é realizado através da metionina e homocisteína sérica.

SAIBA MAIS:

Entre as principais causas do acúmulo de metionina e de homocisteína estão dietas pobres em ácido fólico e vitamina B12, ingestão exagerada de proteínas, sedentarismo e alterações genéticas nas enzimas envolvidas no metabolismo dos dois aminoácidos.

Alimentos ricos em metionina são principalmente ovos, castanha-do-pará, leite e derivados, peixes, frutos do mar e carnes, que são alimentos ricos em proteína.

A metionina desempenha as seguintes funções:

Estimula o ganho de massa muscular, por aumentar a produção de creatina.

Atua como antioxidante, prevenindo danos nas células e fortalecendo o sistema imunológico.

Fortalece o sistema imunológico, pois é um antioxidante e reduz a inflamação.

Previne infecções urinárias recorrentes, por ajudar a impedir que bactérias se proliferem na bexiga.

Favorecer a desintoxicação do organismo, por gerar substâncias que ajudam a eliminar compostos tóxicos, como algumas substâncias de medicamentos.

Ajudar a aliviar os sintomas de artrite e reumatismo.

Poderão ajudar no tratamento de doenças do fígado, como a esteatose.

Faça uma alimentação equilibrada para fornecer a quantidade adequada diária de metionina para o organismo.

Procure orientações médicas e nutricionais. 

Texto: Leo Kahn

Imagem: https://blog.suplementosmaisbaratos.com.br

Artigos

Dr.Leo Kahn é médico atuante nas áreas de Endocrinologia e obesidade, foi diretor e coordenador clínico de instituições médicas, palestrante e conferencista internacional. Atua como consultor médico em vários programas de rádio e TV. Coach de Saúde de Performance e atuante em Medicina Preventiva e de Resultados.

Mais em Artigos

Macronutrientes

Macronutrientes na sua dieta

Dr Leo Kahn22 de agosto de 2019
Inovação

Os Desafios da Inovação Aberta no Brasil

Roberto Mangraviti21 de agosto de 2019

Socialismo é o oposto do Capitalismo?

Convidado20 de agosto de 2019

Amigas para sempre…relação mutualística

Karen P Castillioni19 de agosto de 2019

Balneabilidade das praias: bandeira verde ou vermelha?

Laís Nunes15 de agosto de 2019
O mecanismo de defesa de uma planta leva a lagarta ao canibalismo

O mecanismo de defesa de uma planta leva a lagarta ao canibalismo

Karen P Castillioni11 de agosto de 2019
Alimentos Imunológicos

Alimentos imunológicos… conheça-os

Dr Leo Kahn2 de agosto de 2019
Minuto ODS -Cidades e Comunidades Sustentáveis

Vídeo Minuto ODS 12 – Consumo e Produção Responsáveis

Bel Gimenez30 de julho de 2019
Podcast - Sua empresa deve ou não ter um departamento de sustentabilidade

Podcast – Sua empresa deve ou não, ter um Departamento de Sustentabilidade?

Roberto Mangraviti29 de julho de 2019

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »