Artigos

“Mundo Verde” projeta crescer 25% em 2018

“Mundo Verde” projeta crescer 25% em 2018

A rede de produtos naturais “Mundo Verde” projeta crescer 25% em 2018.

Detentora de 400 pontos de venda, e empresa buscar atingir em 2018 500 unidades inserindo novas estratégias.

Entre elas está a inserção de 50 quiosques, que exige menor investimento do franqueado reduzindo de R$ 400 mil para R$ 120 mil.

Compõe ainda na nova estratégia,  iniciar a operação do e-commerce da rede, com utilização de site e aplicativos para  smartphones.

Os quiosques, por ocuparem áreas reduzidas, estarão focados na comercialização de produtos da marca própria .

E com praxe de mercado, serão instalados em shoppings centers áreas comerciais de grandes  circulação como supermercados.

Segundo entrevista concedida ao Diário do Comércio, o presidente da empresa Charles Martins, informou que hoje ‘cerca de 15% das vendas da Mundo Verde – que deve fechar 2017 com um faturamento de quase R$ 600 milhões – já vêm dos produtos de marca própria.”

Detentora das marcas Mundo Verde Seleção(120 produtos) e Elixir, ( 32 produtos), a  primeira marca é voltada a alimentos e bebidas, portanto destinada ao público masculino e feminino.

Já a marca Elixir está voltada ao público feminino, contendo  capsulas de colágeno ômega 3.

Charles Martins, afirmou ainda que “meta é que as marcas próprias representem 50% das receitas já nos próximos cinco anos.”

A rede Mundo Verde, foi criada há 30 anos, ratificando através da sua existência, uma forte solidez de mercado.

E se distância das demais marcas de produtos naturais, pois não pegou “carona” em onda “natureba”, mas possui uma linha de diversificada de produtos além de inserir treinamentos constantes para seus vendedores, que orientam e esclarecerem o  consumidor.

Por sinal, o perfil desse consumidor, tanto masculino quanto feminino, segue com  uma tendência de fidelização quanto aos pontos de vendas, pois a aquisição dos produtos se dá (muitas vezes) em horários de expediente para consumo no almoço ou lanches rápidos low fat.

Portanto lojas próximas a escritórios comerciais, é uma tendência que se consolida.

Texto: Roberto Mangraviti
contato@sustentahabilidade.com

Outros Textos do Autor:

http://sustentahabilidade.com/infraestrutura-no-brasil-concessionarias-as-unicas-com-bons-resultados-parte-3/

http://sustentahabilidade.com/producao-de-hortifruti-no-brasil-e-o-consumo-2/

 

 

 

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Artigos

Economista e Facility Manager em Sustentabilidade. Editor, diretor e apresentador do Programa Sustentahabilidade.com pela WEBTV. Consultor da ADASP- Associação dos Distribuidores e Atacadistas do Estado de São Paulo e colunista do site do Instituto de Engenharia de São Paulo.

Mais em Artigos

São Paulo

Cidade de São Paulo – TODOS são “fumantes”.

Roberto Mangraviti9 de dezembro de 2017
Leite e Qualidade

Leite: qualidade, processamento e as nomenclaturas comerciais.

Convidado8 de dezembro de 2017
Pré-História

Homem … 45 mil anos de impacto ambiental

Ricardo Rose7 de dezembro de 2017
Gestão Ambiental

Gestão Ambiental portuária, Ônus ou Oportunidade?

Roberto Roche5 de dezembro de 2017
equipes

Equipes de Crise Corporativa

Roberto Mangraviti2 de dezembro de 2017
Energia Aeólica

A Cidade de Saerbeck planejou e realizou o futuro.

Roberto Mangraviti1 de dezembro de 2017
Demitir Clientes

Momento(s) de “demitir” um cliente !

Roberto Mangraviti30 de novembro de 2017

A revolução das impressoras 3D: Impressão de pontes de aço

Cristian Reis Westphal29 de novembro de 2017
Gestão Hospitalar

A moderna gestão hospitalar e a questão ambiental.

Roberto Roche27 de novembro de 2017

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »