Artigos

Não compre animais, adote!

Não compre animais, adote!

Você esta pensando em ter um pet? Saiba por que adotar é a melhor opção.

No Brasil, embora não exista uma estatística oficial, o número de animais abandonados pode chegar a 20 milhões.

De acordo com o centro de Zoonoses de São Paulo, 24 mil animais chegam por ano em abrigos. Desses, somente 1,5 mil são adotados e 19 mil são sacrificados. Assim, ao adotar um animal você pode estar, literalmente, salvando a vida dele. Existem vários locais oferecendo animais para adoção responsável como ONG’s(organização não governamentais), abrigos, sites de adoção e protetores individuais. Você poderá adotar cães/ gatos de qualquer idade e qualquer porte. Alguns locais oferecem animais castrados e vacinados.

Se você optar por comprar um animal de raça você terá um custo considerável, e se vier com pedigree, será ainda maior. Outro ponto a se considerar são os criadores. Deve-se escolher um canil de qualidade para garantir que seu animal não tenha doenças genéticas importantes e que seja ético no momento da reprodução para evitar consanguinidades dos animais. Criadores assim são bastante difíceis de ser encontrados.

Muitos tutores compram animais e depois de alguns meses descobrem que eles possuem doenças como criptorquidismo, sarna demodécica e até displasia coxofemoral precoce, essas doenças tem um fundo genético importante e não se manifestam nos primeiros meses de vida do animal. Porém após passar um tempo com seu novo amigo, poucos proprietários teriam a atitude de ligar no canil onde o adquiriram e solicitar que eles troquem esse cão por outro que não esteja doente. Sabemos que as pessoas criam um vínculo afetivo importante com o pet de maneira que “troca-lo” não é uma opção. Nesse caso eles terão que lidar com uma doença, as vezes, pelo resto da vida do cão. O que gera um quadro de frustração, preocupação e mais investimento financeiro

Animais de raça são sempre menos resistentes que os mestiços, já que os sem raça definida passam por uma seleção natural na rua, onde só sobrevivem os mais fortes. Então ao obter um animal de raça saiba que você provavelmente terá mais gastos ao longo da vida dele. Isso não quer dizer que os pets sem raça definida eles não precisem de vacinas importadas, rações de qualidade e acompanhamento de médicos veterinários. Eles precisam das mesmas coisas a grande diferença é sua maior resistência as doenças mais comuns.
A escolha de um amigo pet deve ser baseada na sua compatibilidade com os animais e não na estética de raças. Se dê a chance de visitar alguns abrigos e entrar em contato com diferentes pets que estão cheios de amor e gratidão a oferecer.
Amigo não se compra, se adota.

Autora: Fernanda Lanzelotti

contato@sustentahabilidade.com

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Artigos

Médica Veterinária graduada na Unesp - Botucatu. Pós-Graduada em Acupuntura Veterinária e em clínica médica e cirúrgica de Felinos. Os atendimentos são realizados no cunsultório da Clínica Veterinária Spécialité -Uberlândia -Mg

Mais em Artigos

Motivação

Teoria da Motivação de McClelland(2)

Roberto Mangraviti17 de novembro de 2017
Infraestrutura

Infraestrutura no Brasil – Concessionárias as únicas com bons resultados( Parte 3)

Roberto Mangraviti16 de novembro de 2017
Gestão Ambiental Portuária

Gestão Ambiental portuária, Ônus ou Oportunidade?

Roberto Roche14 de novembro de 2017

Motivação na ótica de Maslow

Roberto Mangraviti13 de novembro de 2017
Adam Smith

Lições para o Brasil – Adam Smith

Roberto Mangraviti12 de novembro de 2017
Animal Pré-histórico

Animais que “deram as caras” depois da extinção dos dinossauros

Karen P Castillioni11 de novembro de 2017
quando o medicamento vira droga

Quando o analgésico mata

Dependência Química9 de novembro de 2017

Infraestrutura – Brasil no descompasso internacional (2)

Roberto Mangraviti8 de novembro de 2017
Políticos Ranking

Dica de Hoje: site faz “Ranking” de políticos.

Roberto Mangraviti7 de novembro de 2017

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »