Artigos

O medicamento de Alzheimer pode ser usado para regenera naturalmente os dentes

O medicamento de Alzheimer pode ser usado para regenera naturalmente os dentes

Os pesquisadores encontraram uma maneira de regenerar dentes podres. Usando uma droga normalmente utilizada para tratar as pessoas com doença de Alzheimer, uma equipe de cientistas conseguiu reparar cavidades, estimulando as células-tronco que vivem naturalmente no dente para reconstruir seu tecido ósseo denso.

 

Enquanto os dentistas podem tratar cárie dentária e cavidades, a solução nem sempre é satisfatória. Os cimentos atuais usados ​​para preencher os buracos podem rachar ou desintegrar, muitas vezes levando a repetidos trabalhos para as piores cavidades.

Os dentes são compostos de diferentes camadas. Enquanto o topo do dente é formado por uma camada de esmalte resistente, por baixo dela se encontra uma camada grossa de dentina, que envolve um núcleo macio. O centro do dente contém células estaminais, mas isso só pode levar a um reparo limitado na dentina e não é suficiente se o dano ou buraco no dente for muito grande.

A equipe testou o fármaco em camundongos, tratando suas cavidades com uma esponja de colágeno biodegradável embebida na droga. Com o passar do tempo, a esponja degradou-se e foi substituída por dentina recém-sintetizada, efetivamente um trabalho de reparo natural pelas próprias células-tronco do dente. Este método incentiva o corpo a curar-se, livrando de muitos dos problemas que muitas vezes flagelam técnicas atuais.

A simplicidade da abordagem torna ideal como um produto dental clínico para o tratamento natural de grandes cavidades, fornecendo tanto a proteção da pasta, como restaurar a dentina.

Além disso, usando uma droga que já foi testada em ensaios clínicos para a doença de Alzheimer, a mesma fornece uma oportunidade real para obter este tratamento odontológico rapidamente em clínicas.

Texto: Cristian Reis Westphal
contato@sustentahabilidade.com

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos

Estudante de Engenharia Química. Lidera há 7 anos o projeto Ciência e Astronomia, que compartilha informações nas áreas da ciência e astronomia. Trabalha com divulgação científica em escolas e disponibiliza telescópios para observações em praças.

Mais em Artigos

Queimadas 2017

Queimadas 2017

Roberto Mangraviti18 de fevereiro de 2018
Upp's no Rio de Janeiro

As UPP’S do Rio de Janeiro… uma farsa para “ inglês ver”.

Roberto Mangraviti17 de fevereiro de 2018
Energia de gás natural e biomassa

Energia de gás natural e biomassa

Bel Gimenez16 de fevereiro de 2018
Humburger

Alimentos feitos de insetos, uma realidade de mercado.

Roberto Mangraviti14 de fevereiro de 2018
A Mordida da Centopéia

A mordida da centopéia

Karen P Castillioni13 de fevereiro de 2018
Nicolas Maduro

E agora José ?

Roberto Mangraviti12 de fevereiro de 2018
Empório Mata Atlântica

Empório Mata Atlântica com picolés de Uvaia e Juçara.

Bel Gimenez11 de fevereiro de 2018
Plásticos no Mar

Como o plástico está prejudicando recifes de corais?

Karen P Castillioni9 de fevereiro de 2018
O capital

Melhora ou estagnação?

Ricardo Rose8 de fevereiro de 2018

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »