Artigos

O que acontecerá se as abelhas desaparecerem?

O que acontecerá se as abelhas desaparecerem?

Não pense que isso é brincadeira, as abelhas estão desaparecendo.

Há um fenômeno conhecido como Síndrome do Desaparecimento das Abelhas, que faz com que as abelhas abandonem gradualmente a colônia, porém a real causa ainda é desconhecida.

Uma explicação possível é o uso intenso de inseticida e fungicida na agricultura, além das mudanças climáticas, estresses causados por patógenos e manejo inadequado da colônia, ou mesmo a combinação de tudo isso.

Os agrotóxicos, por exemplo, mexem com o sistema nervoso das abelhas, provocando desorientação, assim elas não conseguem retornar as suas colônias.

Além disso, inseticidas e pesticidas contaminam o pólen coletado pelas abelhas para alimentar as colmeias, isso então torna as abelhas mais vulneráveis as parasitas.

Quanto as mudanças climáticas, a seca e alterações de temperatura enfraquecem esses insetos.

Desmatamento e queimadas criminosas dizimam enxames inteiros.

Tudo isso dificulta a sobrevivências das abelhas.

Preocupações em todo mundo

Muitos apicultores e produtores de mel estão preocupados com essa síndrome já que o “mercado de abelhas” movimenta milhões de dólares por ano.

Atualmente existem cerca de 20 mil espécies de abelhas conhecidas no mundo, dessa quantidade, pelo menos 25% já está sob ameaça de extinção.

Mas e a ciência, o que diz?

Você deve saber que abelhas tem um papel fundamental nas polinização das flores.

Maçã, manga, melão, café, maracujá, soja, laranja, limão, caju, uva, amêndoas, uva, cenoura são alguns dos alimentos que dependem das abelhas.

Cerca de dois terços da dieta do homem, vem das plantas que são polinizadas por esses animais.

Portanto, sem abelhas, a produção desses alimentos seria afetada negativamente.

A biodiversidade de plantas também seria afetada, já que são as abelhas que as polinizam e as permitem se reproduzir.

Você sabia de toda essa importância das abelhas? Muitas pessoas, infelizmente, visualizam as abelhas como inimigas devido ao que os filmes mostram, enxame de abelhas perseguindo uma pessoa.

É uma pena porque, pelo contrário, deveríamos preservar a sobrevivência das abelhas ao invés de querer o mal delas por achar que elas no fazem mal.

No Brasil, o envolvimento de órgãos oficiais para evitar o extermínio das abelhas pela Síndrome do Desaparecimento das Abelhas é quase nula.

Portanto, sempre que puder, divulgue a importância das abelhas para a manutenção da biodiversidade e dos ecossistemas.

Como cidadãos da natureza, temos o dever de contribuir com a sua preservação, cada um fazendo o que pode.

 

Outros Textos da Autora

http://sustentahabilidade.com/o-quintal-de-charles-darwin/

http://sustentahabilidade.com/criancas-e-ciencia/

 

 

Texto: Karen P Castillioni
 contato@sustentahabilidade.com

Referência:

Revista O Biologo Jul/Ago/Set 2017- http://www.youblisher.com/p/1870009-Revista-O-Biologo-no-43-Salvem-as-abelhas/

Figura:

https://static.independent.co.uk/s3fspublic/styles/article_small/public/thumbnails/image/2013/06/05/18/web-bees-epa.jpg

 

 

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Artigos

Bióloga com Mestrado em Botânica pela UNESP.Desenvolvedora de estudos ligados à ecologia, conservação, sustentabilidade e impactos das alterações climáticas.

Mais em Artigos

Balneabilidade das praias: bandeira verde ou vermelha?

Laís Nunes20 de janeiro de 2018
Mulher na Dependência Quimica

A vulnerabilidade da mulher e a Dependência Química – Parte 2

Dependência Química19 de janeiro de 2018
Fragilidade Humana

A fragilidade humana …”matéria prima” dos ditadores.

Roberto Mangraviti17 de janeiro de 2018
Investimento

Investimento X Resultado em Qualidade e Sustentabilidade

Roberto Roche16 de janeiro de 2018
crise economia

Consequências da crise econômica: quem vai registrá-las?

Ricardo Rose15 de janeiro de 2018
Lições de Mark Zuckerberg

Lições de Mark Zuckerberg para universitários brasileiros

Roberto Mangraviti14 de janeiro de 2018

Como aparar as asas de aves mantidas como pet

Adriana Tereza Petrocelli13 de janeiro de 2018

Conheça nossa nova Colunista: Adriana Tereza Petrocelli

Bel Gimenez13 de janeiro de 2018
O preço do cobre, os veículos elétricos e a energia renovável

O preço do cobre, os veículos elétricos e a energia renovável.

Roberto Mangraviti12 de janeiro de 2018

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »