Artigos

O Vigilante Rodoviário – Herói da TV Brasileira

O Vigilante Rodoviário – Herói da TV Brasileira

Carlos Miranda,  o Vigilante Rodoviário, faz parte do grande e consistente rol de heróis do principio da Televisão Brasileira.

Juntamente com os palhaços circenses imortais, como Arrelia, Pimentinha, Carequinha. Fred, Fuzarca , Torresmo, Chincarrão, Piolim, com os simpáticos ‘caipiras” , como Mazzaropi , Nho Totico  e Genésio Arruda e os capitães-heróis Capitão 7 (Ayres Campos) e Capitão Estrela (Henrique Martins), esteve presente nas iniciais décadas da TV Nacional, especialmente no imaginário e na grande estima das crianças daquela época.

Origem Artística

Carlos Miranda nasceu no paulistaníssimo bairro da Mooca em 29 de julho de 1933, filho de Joaquim Miranda e de Annita Miranda.

Desde a adolescência, se integrava com atividades artísticas, atuando em parques de diversões e circos na Cidade de São Paulo dos anos 40.

No nascente Teatro Popular do SESI, fez o curso de ator, chegando a atuar na montagem da peça clássica do mestre carioca e fundador da SBAT Gastão Tojeiro, intitulada “O Ídolo das Meninas” , encenada no mítico palco do Teatro Colombo, no bairro do Brás.

Poucos anos depois, Carlos já estava trabalhando na importante Companhia Cinematográfica Maristela, fundada por Mario Audrá Jr em 1950 como motorista, contra-regra e assistente de produção.

Em 1957, nos estúdios da Maristela, no bairro da Zona Norte da Capital Paulista, o Jaçanã, Carlos Miranda, ao lado de grandes nomes do Cinema, como Tom Payne,Mario Audra Jr.,Fernando de Barros, Glauco Mirko Laurelli, Carlos Maria de Araújo, Álvaro de Moya, Jorge Pisani, Hermílo Borba Filho e Ary Fernandes, viabilizaram a produção do filme Arara Vermelha, baseado no romance de José Mauro de Vasconcelos, com um estrelado elenco, Anselmo Duarte, Odete Lara, Aurélio Teixeira, Milton Ribeiro, Mauricio Nabuco, Ana Maria Nabuco, dentre outros , com atuação e direção de Tom Payne.

Esse conjunto de trabalhos cinematográficos estreitou sobremaneira os laços de amizade entre Carlos Miranda e o cineasta Ary Fernandes, paulistano como ele.

VIGILANTE RODOVIÁRIO

Em 1959, Ary idealiza um seriado genuinamente nacional,, criando um personagem  patrulheiro da Policia Rodoviária Federal.

Nascia aí, o otimamente sucedido “Vigilante Rodoviário” encarnado no Inspetor Carlos.

Carlos Miranda foi convidado por Ary, para protagonizar esse pioneiro seriado, depois de vários testes com outros pretendentes a esse papel. E a empatia ator-personagem-criador foi imediata.

Com a produção de Alfredo Palácios , por meio da IBF –Industria Brasileira de Filmes, da inestimável contribuição do mestre televisivo Cláudio Petráglia e o patrocínio fundamental da Nestlé Alimentos e o apoio da Agencia de Propaganda Norton. .

Em março de 1961, estreava na TV Tupi o primeiro episódio, do Vigilante Rodoviário, o plioto da serie “O diamante gran-mongol”, sucedido por “A História do Lobo” (que tinha o cachorro Lobo, inseparável companhia do herói inspetor Carlos), “Remédios Falsificados”(com a atuação do garoto Tuca, figura freqüente também em outros episódios) , A Repórter” (com a repórter sendo interpretada pela estrela Rosamaria Murtinho) e “ Os Romeiros” (filmado em Pirapora do Bom Jesus).

E fora um imediato sucesso, de público e de critica, guindando Carlos Miranda ao patamar de verdadeiro super-herói nacional.

As crianças lotaram a loja Sears do Paraíso, do Salão da Criança da Bienal, para colher os autógrafos do Vigilante Rodoviário, e seus brinquedos e gibi, lançado pela Editora Outubro, só aumentava a popularidade desse grande nome da televisão.

Em 1962, o seriado “Vigilante Rodoviário” recebe o Premio Roquete Pinto e o Troféu Imprensa, além de registrar excelentes índices de audiências, inclusive em outras praças (por exemplo a exibição as quartas-feira,pela TV Tupi do Rio de Janeiro). E também reprisado aos sábados, pela TV Cultura (ainda sob a propriedade dos Diários Associados)

E tantos grandes nomes trabalharam no “Vigilante Rodoviário”, como Ary Fontoura, Stenio Garcia, Etty Frazier, Xando Batista,Guy Loup,Edgar Franco, Henricão, Lola Brah, Milton Ribeiro, Márcia Cardeal, Sergio Hinght, Maria Célia Camargo, Amando Silva Filho, Geraldo Del Rey, Elisio de Albuquerque, Fausto Rocha, Mario Alimari, Juca Chaves (no episodio “O Rapto do Juca), Fulvio Stefanini, Valentino Guzzo, Tony Campello, Luis Guilherme, Lucy Meirelles, Gilberto Sálvio, Ary Toledo, Renato Master, Edmundo Lopes, Henrique Cesar, Nelson Turini, dentre outros. E a musica de abertura, interpretada com grande vigor pelos Titulares do Ritmo.

Na excelente biografia do diretor Ary Fernandes (1931-2010), escrita com primor pelo pesquisador musical Antonio Leão da Silva Neto, lançada pela Coleção Aplauso da Imprensa Oficial de São Paulo em 2006, Ary define Carlos Miranda dessa forma :” O sucesso da série deve muito a ele m ao seu talento e força de vontade. Depois fez uma bonita carreira na polícia . Aquela lição que ele pregava  para as crianças na época do Vigilante , em que o bem sempre vencia a mal , ele aplicou na pratica , nas ruas , estradas , escolas e por onde passava. Carlos trilhou o caminho do bem “ (Silva Neto, Antonio Leão da .”Ary Fernandes-Sua Fascinante História’  pagina 260, Editora IMESP,2006)

E essas palavras definem com precisão Carlos Miranda, grande pioneiro e sócio da PROTV, de quem recebeu seu premio máximo, o Premio PROTV  em 2009 e também fazendo parte da comitiva de pioneiros da PROTV  que visitaram os estúdios da Rede Globo, no Rio de Janeiro, em 2010, ao lado de Vida Alves, João Restiffe, Georges Henry, Ana Rosa, Eva Wilma, Sonia Maria Dorce

Em 14 de abril de 2014, o Eterno Interprete do “Vigilante Rodoviário” recebeu a Medalha São José de Anchieta, entregue no plenário da Câmara Municipal de São Paulo. E o emérito Policial Militar Rodoviário (que registra 55 anos de profissão, hoje Tenente Coronel PM reformado) e grande Ator pioneiro da TV  e do Cinema, Carlos Miranda continua legando importantes e positivas lições , de dedicação, de trabalho, de civismo, aos seus familiares, aos seus amigos e a sua grande legião de admiradores .Viva o Vigilante Rodoviário e seu bonito exemplo !

Foto de Capa: CINEOP/DILVULGAÇÃO

Texto: Fábio Rejaili Siqueira
contato@sustentahabilidade.com

Vigilante Rodoviário

Vigilante Rodoviário

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Artigos

Bacharel em Direito, Bacharel em Ciências Sociais e e pesquisador da história da televisão brasileira. É um dos fundadores do Jornal São Paulo em História.

Mais em Artigos

Plantas ouvem

As Plantas Ouvem

Roberto Mangraviti20 de agosto de 2017
Mercado de Trabalho

Os jovens e suas escolhas profissionais. Um mundo repleto de descontentamento.

Camila Gagliardi19 de agosto de 2017
Árvores Urbanas

Aplicativo para monitoramento de árvores urbanas

Laís Nunes17 de agosto de 2017
ração para cachorro

Dicas de como cuidar das rações dos pets

Fernanda Lanzelotti15 de agosto de 2017
Sistema de Gestão

A Importância do Sistema de Gestão Integrada nas Indústrias de Óleo, Gás e Energia

Roberto Roche15 de agosto de 2017
Lições para o Brasil P&D

P&D no Mundo .

Roberto Mangraviti13 de agosto de 2017
Bem estar

Bem estar dos funcionários em empresas de sucesso

Roberto Mangraviti12 de agosto de 2017
lu oliveira

Acontece em São Paulo

Bel Gimenez11 de agosto de 2017
EUA

Nos EUA, empresas salvam Acordo do Clima cancelado por Trump

Ricardo Rose10 de agosto de 2017

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »