Artigos

Pegada de Carbono e a ABNT.

Pegada de Carbono e a ABNT.

Pegada de carbono, é um conceito criado para medir a quantidade total das emissões de gases do efeito estufa causadas diretamente e indiretamente por uma pessoa, organização, evento ou produto.

Conforme publicado pela Revista Exame , a partir de 06 de maio de 2016, as indústrias brasileiras terão uma certificação específica da ABNT-Associação Brasileira de Normas Técnicas ( www.abnt.org.br ) para informar a “pegada de carbono” dos produtos produzidos no mercado nacional.

Qual a vantagem disto? Valor competitivo, possibilitando a empresa certificada, inclusive exportar produtos para mercados evoluídos que exigem estas informações.

Paralelamente é fundamental a compreensão de toda sociedade dos processos produtivos para inserção de uma nova cultura empresarial focada no desperdício. Podemos citar como exemplo que ao tomarmos uma xícara de café, estamos consumindo 175 litros de água, utilizada no processo produtivo, envolvendo o plantio, colheita, torrefação, moagem e distribuição. Logo, quando jogamos a sobra de uma garrafa térmica de café no lixo, há que se considerar estes fatores, pois indiretamente estamos jogando também centenas de litros de água, utilizados em toda cadeia produtiva. Este exemplos, bem como o entendimento da pegada de carbono, são informações preciosas para o desenvolvimento de uma cultura de controle do desperdício de uma empresa que pensa no seu futuro.

Autor: Roberto Mangraviti
contato@sustentahabilidade.com

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Artigos

Economista e Facility Manager em Sustentabilidade. Editor, diretor e apresentador do Programa Sustentahabilidade pela WEBTV. Palestrante, Moderador de Seminários Internacionais de Eficiência Energética, Consultor da ADASP- Associação dos Distribuidores e Atacadistas do Estado de São Paulo e colunista do site do Instituto de Engenharia de São Paulo.

Mais em Artigos

Mulher na Dependência Quimica

A vulnerabilidade da mulher e a Dependência Química – Parte 2

Dependência Química19 de janeiro de 2018
Fragilidade Humana

A fragilidade humana …”matéria prima” dos ditadores.

Roberto Mangraviti17 de janeiro de 2018
Investimento

Investimento X Resultado em Qualidade e Sustentabilidade

Roberto Roche16 de janeiro de 2018
crise economia

Consequências da crise econômica: quem vai registrá-las?

Ricardo Rose15 de janeiro de 2018
Lições de Mark Zuckerberg

Lições de Mark Zuckerberg para universitários brasileiros

Roberto Mangraviti14 de janeiro de 2018

Como aparar as asas de aves mantidas como pet

Adriana Tereza Petrocelli13 de janeiro de 2018

Conheça nossa nova Colunista: Adriana Tereza Petrocelli

Bel Gimenez13 de janeiro de 2018
O preço do cobre, os veículos elétricos e a energia renovável

O preço do cobre, os veículos elétricos e a energia renovável.

Roberto Mangraviti12 de janeiro de 2018

Desmatamento na Amazônia, é um estrago irrecuperável?

Roberto Mangraviti10 de janeiro de 2018

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »