Artigos

Post de Suplicy no Natal … e uma reflexão sobre a doença brasileira chamada Fanatismo.

Post de Suplicy no Natal … e uma reflexão sobre a doença brasileira chamada Fanatismo.

Muito se fala no Brasil, sobre o fanatismo religioso que os evangélicos apregoam em redes de televisão em todo país. Na verdade, incomodando ou não, temos que admitir por justiça, que a motivação deles é indiscutível: Jesus Cristo. Alguns poderão, de outras religiões, ter preferências diversas, como Buda, Maomé, Moises, enfim, mas todas dignas de respeito, desde que o espírito universal do Criador, representado no amor ao próximo seja condição “sine qua non”. Mas inegavelmente a condição da superioridade planetária de Jesus Cristo (não comparando) é também indiscutível, em qualquer religião.

Contudo o vídeo postado dia 24 de Dezembro, pelo agora vereador eleito de São Paulo – Eduardo Suplicy- mostra um perfil típico dos brasileiros, onde suas suas convicções individuais estão a frente da celebração geral da nação e do mundo ocidental. No citado vídeo, véspera de Natal, há alguma sugestão de exercer a prática cristã especialmente no Natal? Algum chamamento ao internauta para dirigir-se até a Praça da Sé, levar um prato de comida para um desgraçado? Ou aconselhando visitar um albergue para levar um panetone para um velhinho esquecido pela desigualdade social? Ou ainda, dirigir-se a um Hospital público para dividir a dor com uma mãe que ali acompanha seu filho às portas da morte, talvez jogado no chão ? Caro internauta, NADA DISSO. O espírito de Natal está em segundo plano frente a necessidade expressada pelo ex-senador ( urgente pois se encerrava naquele dia) de atender outra causa.

O Brasil é um país de fanáticos. Uns por religião. Abusam por muitas vezes da paciência de outrem, descarregando um verdadeiro descarrego de “lições “ … que vão dos programas de televisão até os discursos políticos no Senado.
Outros, são fanáticos por futebol. Uma saraivada de tolices durante o ano todo, de avaliações “táticas”, “psicológicas” ou “comportamentais” dos atletas, que as vezes confunde-se programas esportivos com aula de teoria junguiana .

E outros por partidos políticos. Nem no Natal somos livrados disso. Abrimos o Twitter no dia 24 e encontramos o que? Fora Temer de centenas de internautas. Seguimos para o Facebook … e ? Eduardo Suplicy “nos lembrando” que hoje é o último dia (véspera de Natal) de você ser solidário, humano e justo, afinal justiça é o que todos queremos. E qual é a sugestão do ex-senador ? Ajude na “vaquinha” para juntar fundos para pagar advogados do Lula.
NATAL e JESUS CRISTO estão em segundo plano.

Temos que admitir neste triste contexto, que o fanatismo dos evangélicos é absolutamente normal e justo , afinal é por Cristo, mas no momento em que é celebrado o Natal, a alma do brasileiro comum exala FANATISMO !
Fanatismo é pratica absolutamente inadequada em qualquer área, mas se tivéssemos que pratica-la que fosse de forma caridosa, doando secretamente um livro ou até um abraço, ao invés de expor de forma pública suas próprias convicções, como se fosse a maior verdade do mundo, especialmente em festas religiosas ou datas importantes, como Reveillon.

Portanto, queridos youtubers, twitteiros e semelhantes, sejam caridosos e utilizem estas datas para professar suas crenças em outras áreas. O Natal já passou e estamos próximo do final do pior ano da história econômica do Brasil. Aproveite a “virada” para postarem aquelas coisas “água com açúcar” deixando de lado convicções políticas-futebolísticas-religiosas, para não gerar mais fanatismo e desconforto para internautas em geral.

Afinal é ano novo gente!

E você, caro leitor, é fanático também ou vai postar ao mundo um Feliz 2017 ?

Autor: Roberto Mangraviti
contato@sustentahabilidade.com

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Artigos

Economista e Facility Manager em Sustentabilidade. Editor, diretor e apresentador do Programa Sustentahabilidade pela WEBTV. Palestrante, Moderador de Seminários Internacionais de Eficiência Energética, Consultor da ADASP- Associação dos Distribuidores e Atacadistas do Estado de São Paulo e colunista do site do Instituto de Engenharia de São Paulo.

Mais em Artigos

Mulher na Dependência Quimica

A vulnerabilidade da mulher e a Dependência Química – Parte 2

Dependência Química19 de janeiro de 2018
Fragilidade Humana

A fragilidade humana …”matéria prima” dos ditadores.

Roberto Mangraviti17 de janeiro de 2018
Investimento

Investimento X Resultado em Qualidade e Sustentabilidade

Roberto Roche16 de janeiro de 2018
crise economia

Consequências da crise econômica: quem vai registrá-las?

Ricardo Rose15 de janeiro de 2018
Lições de Mark Zuckerberg

Lições de Mark Zuckerberg para universitários brasileiros

Roberto Mangraviti14 de janeiro de 2018

Como aparar as asas de aves mantidas como pet

Adriana Tereza Petrocelli13 de janeiro de 2018

Conheça nossa nova Colunista: Adriana Tereza Petrocelli

Bel Gimenez13 de janeiro de 2018
O preço do cobre, os veículos elétricos e a energia renovável

O preço do cobre, os veículos elétricos e a energia renovável.

Roberto Mangraviti12 de janeiro de 2018

Desmatamento na Amazônia, é um estrago irrecuperável?

Roberto Mangraviti10 de janeiro de 2018

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »