Artigos

RS … calamidade pública ou de um governo?

RS … calamidade pública ou de um governo?


Foi decretado estado de calamidade pública no Rio Grande do Sul. O “buraco” nas contas locais, é de R$ 2 bilhões anuais. Quando há um desequilíbrio nesta “equação”, existem 2 possibilidades: aumentar a Receita ou cortar Despesa. E por mais óbvio que seja este raciocínio, no Brasil de hoje, é preciso destacar estes “detalhes” para aqueles “gênios” das contas públicas e ainda perguntar: há algum “espaço econômico” para aumentar os impostos? Ou ainda, alguma chance de aumentar a Receita (sem alterar impostos) através do crescimento econômico? Considerando que a resposta é NÃO, somente restará uma única alternativa para o Governador José Ivo Sartori , cortar despesas, pois o déficit estimado é de 8,8 bilhões de reais até 2018. Como é possível portanto, permitir uma situação desta magnitude que obriga decretar estado de calamidade pública? Simples conclusão: a gestão que levou a este resultado foi um constante “Estado de Calamidade” que agora foi oficializado e substituído por “estado de calamidade pública”, que se verifica quando o poder público reconhece uma situação anormal, provocada por desastres, causando sérios danos à comunidade. Com a palavra , os defensores desta política …

Autor:Roberto Mangraviti
contato@sustentahabilidade.com

 

rs_1

 

 

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Artigos

Economista e Facility Manager em Sustentabilidade. Editor, diretor e apresentador do Programa Sustentahabilidade.com pela WEBTV. Consultor da ADASP- Associação dos Distribuidores e Atacadistas do Estado de São Paulo e colunista do site do Instituto de Engenharia de São Paulo.

Mais em Artigos

Motivação_Herzberg

Teoria da Motivação de Herzberg (3).

Roberto Mangraviti23 de novembro de 2017
Bolsa Família

O Bolsa Família ocultou a taxa de desemprego real?

Roberto Mangraviti22 de novembro de 2017
QSMS-RS e Sustentabilidade

Mais líderes na gestão de QSMS-RS & Sustentabilidade

Roberto Roche20 de novembro de 2017
Motivação

Teoria da Motivação de McClelland(2)

Roberto Mangraviti17 de novembro de 2017
Infraestrutura

Infraestrutura no Brasil – Concessionárias as únicas com bons resultados( Parte 3)

Roberto Mangraviti16 de novembro de 2017
Gestão Ambiental Portuária

Gestão Ambiental portuária, Ônus ou Oportunidade?

Roberto Roche14 de novembro de 2017

Motivação na ótica de Maslow

Roberto Mangraviti13 de novembro de 2017
Adam Smith

Lições para o Brasil – Adam Smith

Roberto Mangraviti12 de novembro de 2017
Animal Pré-histórico

Animais que “deram as caras” depois da extinção dos dinossauros

Karen P Castillioni11 de novembro de 2017

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »