Artigos

Saúde Plena

Saúde Plena

Os conceitos empresariais modernos, resumidos por Andrew Savitz no seu Livro “A Empresa Sustentável ” , definem uma nova visão de empresa, onde a relação entre os agentes econômicos de uma cadeia produtiva estão inter-relacionados em patamares de igualdade, independente da força de cada elo da estrutura, compartilhando responsabilidades.

Esta responsabilidade compartilhada, obriga a empresa diante de seu consumidor avaliar a procedência e qualidade de todos os insumos fornecidos, inclusive por terceiros, como : higiene, remuneração trabalhista dentro de parâmetros legais, respeito ambiental etc .

Esta linha de conduta, que eleva a qualidade do produto final, está irmanada a uma visão anterior, desenvolvida por Philip Crosby em meados dos anos 60 denominada “ Zero Defeitos” .

A partir destes conceitos, Empresas buscam diferenciar-se no mercado competitivo brasileiro, que registra o 2.o índice de crescimento, atrás somente do chinês, onde o menor respeito as legislações ambientais, sociais e trabalhistas são mais evidentes .

Interessante notar que talvez não exista mercado mais atrelado a estes conceitos que o da medicina, mesmo antes de ser uma prática comum.

Inicialmente porque a saúde deixou de ser uma responsabilidade de governos, transferindo-se para empresas e conseqüentemente para seus agentes econômicos.

Quanto ao aspecto ambiental, o descarte adequado dos resíduos sempre estiveram na pauta e preocupações das organizações hospitalares, mesmo antes da legislação assim exigir.

Procedência e qualidade dos componentes químicos também integram há anos a lista de prioridades das organizações.

E não há produto e/ou serviço que mais utiliza de forma sistemática a busca pelo “Zero Defeito” que a medicina, onde até hospitais públicos, como na Bahia, através de parcerias com iniciativa privada atingem índices dos melhores hospitais particulares do Brasil, hoje referência mundial, em algumas modalidades, substituindo

gradativamente a imagem do Turismo Sexual pelo Turismo Hospitalar.

Todas estas características estão correlacionadas com o break-even Qualidade X Preço , “ponto doce” somente atingido através da incessante utilização de novas tecnologias, onde o tempo custa dinheiro e vidas.

Roberto Mangraviti

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Artigos

Economista e Facility Manager em Sustentabilidade. Editor, diretor e apresentador do Programa Sustentahabilidade.com pela WEBTV. Consultor da ADASP- Associação dos Distribuidores e Atacadistas do Estado de São Paulo e colunista do site do Instituto de Engenharia de São Paulo.

Mais em Artigos

Motivação

Teoria da Motivação de McClelland(2)

Roberto Mangraviti17 de novembro de 2017
Infraestrutura

Infraestrutura no Brasil – Concessionárias as únicas com bons resultados( Parte 3)

Roberto Mangraviti16 de novembro de 2017
Gestão Ambiental Portuária

Gestão Ambiental portuária, Ônus ou Oportunidade?

Roberto Roche14 de novembro de 2017

Motivação na ótica de Maslow

Roberto Mangraviti13 de novembro de 2017
Adam Smith

Lições para o Brasil – Adam Smith

Roberto Mangraviti12 de novembro de 2017
Animal Pré-histórico

Animais que “deram as caras” depois da extinção dos dinossauros

Karen P Castillioni11 de novembro de 2017
quando o medicamento vira droga

Quando o analgésico mata

Dependência Química9 de novembro de 2017

Infraestrutura – Brasil no descompasso internacional (2)

Roberto Mangraviti8 de novembro de 2017
Políticos Ranking

Dica de Hoje: site faz “Ranking” de políticos.

Roberto Mangraviti7 de novembro de 2017

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »