Artigos

Setor de Serviços cresceu em maio pelo 5.o mês consecutivo

Setor de Serviços cresceu em maio pelo 5.o mês consecutivo

Segundo a Fecomércio, o setor de serviços cresceu em maio, pelo 5.o mês consecutivo.

Ainda é cedo para afirmar que a economia nacional voltou à normalidade, mas fato é que o setor de serviços da cidade de São Paulo vem demonstrando recuperação nos primeiros meses deste ano.

Pelo quinto mês consecutivo, o faturamento real do setor registrou alta no comparativo anual.

Em maio 2017, as receitas do setor cresceram 1,7% em relação ao mesmo mês de 2016, atingindo R$ 22,1 bilhões, aproximadamente R$ 376 milhões acima do valor apurado em maio do ano passado.

Setor de Serviços Crescimento

RESULTADO ACUMULADO AINDA NEGATIVO, MAS …

No acumulado dos cinco primeiros meses de 2017, o faturamento real cresceu 2,5%, e apesar do resultado acumulado nos últimos 12 meses ainda ser negativo (-0,8%), observou-se uma forte desaceleração no ritmo de queda, já que em dezembro de 2016, essa taxa estava em -3,4%. 

Os dados são da Pesquisa Conjuntural do Setor de Serviços (PCSS), que traz o primeiro indicador mensal de serviços em âmbito municipal, elaborado pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) com base nos dados de arrecadação do Imposto sobre Serviços (ISS) do município de São Paulo, fornecidos pela Secretaria Municipal da Fazenda (Sefaz/SP).

O município de São Paulo tem grande relevância nos resultados estaduais e nacionais do setor de serviços, representando em torno de 20% da receita total gerada no País.

Das 13 atividades pesquisadas, seis apontaram crescimento no faturamento real, em maio, no comparativo com o mesmo mês do ano passado, e garantiram o bom desempenho do setor, com destaque para saúde (19,8%) e agenciamento, corretagem e intermediação (15%) que, juntas, colaboraram positivamente com 3,1 pontos porcentuais (p.p) para o resultado geral.

Já os piores resultados foram vistos nas atividades de serviços técnico- científicos (-17,5%); turismo, hospedagem, eventos e assemelhados (-12,8%); e conservação, limpeza e reparação de bens móveis (-12,3%). Essas atividades, em conjunto, impactaram negativamente com 1,2 ponto porcentual para o resultado geral do setor de serviços na cidade de São Paulo, em maio.

 

Fonte Extraída: Fecomércio

Texto: Roberto Mangraviti
contato@sustentahabilidade.com

 

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Artigos

Economista e Facility Manager em Sustentabilidade. Editor, diretor e apresentador do Programa Sustentahabilidade.com pela WEBTV. Consultor da ADASP- Associação dos Distribuidores e Atacadistas do Estado de São Paulo e colunista do site do Instituto de Engenharia de São Paulo.

Mais em Artigos

Placas de Energia Solar

Brasil avança com a energia solar

Roberto Mangraviti27 de julho de 2017

Consumo Consciente

Roberto Mangraviti26 de julho de 2017
Acidentes Ambientais

Acidentes Ambientais: a gestão sustentável e as análises de risco.

Roberto Roche25 de julho de 2017
O que é isso

EMPONDERAR

Roberto Mangraviti24 de julho de 2017

O Vigilante Rodoviário – Herói da TV Brasileira

Fabio Rejaili Siqueira23 de julho de 2017
Chita

O que faz da chita um dos animais mais rápidos do mundo?

Karen P Castillioni22 de julho de 2017
Gerenciamento de um projeto

As principais disciplinas para o gerenciamento de um projeto

Camila Gagliardi21 de julho de 2017

Ballet de Cegos no Theatro Municipal de São Paulo.

Roberto Mangraviti20 de julho de 2017

A Lógica…

Roberto Mangraviti19 de julho de 2017

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »