Artigos

Sinais de melhora na Economia? Parece que sim!

Sinais de melhora na Economia? Parece que sim!

É claro que após dois anos de quedas vertiginosas, crescer algo em torno 0,5%, não é o melhor dos mundos.

Contudo, a clara percepção da queda ter chegado ao fim, e que há  possibilidades de uma melhora sustentável, com perspectiva de até 1,5% de crescimento em 2018,  nos reserva uma hiato de bem estar neste Reveillon, após um duríssimo 2017.

Segundo a Fecomércio “ em 2017, as contratações no varejo, atacado e setor de serviços paulista devem superar os desligamentos. Em conjunto, os três setores devem abrir 16.591 postos de trabalho, encerrando o ano com 9.885.532 empregos com carteira assinada.”

Estes dados são reflexos das informações prestadas pelo comércio varejista, atacadista e setor de serviços do Estado de São Paulo (PESP Varejo, Atacado e Serviços) e também pelo Ministério do Trabalho, por meio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Apesar do nível de emprego atual estar abaixo de 2014, a queda da Selic de forma consistente, assim como da inflação, inverteu a tendência da curva dos últimos tempos.

Varejo

Entre 2015 e 2016, foram “queimados”  107 mil postos de trabalhos no varejo, em todo Estado de São Paulo.

Para 2017 espera-se a abertura de 3.069 vagas (854.511 admissões e 851.442 desligamentos).

Sendo assim o varejo paulista deve encerrar o ano com um saldo de 2.085.952 trabalhadores formais, com leve alta de 0,1% em relação aos 2.082.883 vistos em 2016.

Abaixo os principais setores

Postos de Emprego Varejo

Texto Roberto Mangraviti

contato@sustentahabilidade.com

 

Outros Textos do Autor:

Bolsa feminina é o acessório “campeão”.

 

Imagem Siscoob

Ver Comentários (1)

1 Comentário

  1. Rafael de lima Monteiro

    22 de dezembro de 2017 às 20:05

    Finalmente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Artigos

Economista e Facility Manager em Sustentabilidade. Editor, diretor e apresentador do Programa Sustentahabilidade pela WEBTV. Palestrante, Moderador de Seminários Internacionais de Eficiência Energética, Consultor da ADASP- Associação dos Distribuidores e Atacadistas do Estado de São Paulo e colunista do site do Instituto de Engenharia de São Paulo.

Mais em Artigos

Mulher na Dependência Quimica

A vulnerabilidade da mulher e a Dependência Química – Parte 2

Dependência Química19 de janeiro de 2018
Fragilidade Humana

A fragilidade humana …”matéria prima” dos ditadores.

Roberto Mangraviti17 de janeiro de 2018
Investimento

Investimento X Resultado em Qualidade e Sustentabilidade

Roberto Roche16 de janeiro de 2018
crise economia

Consequências da crise econômica: quem vai registrá-las?

Ricardo Rose15 de janeiro de 2018
Lições de Mark Zuckerberg

Lições de Mark Zuckerberg para universitários brasileiros

Roberto Mangraviti14 de janeiro de 2018

Como aparar as asas de aves mantidas como pet

Adriana Tereza Petrocelli13 de janeiro de 2018

Conheça nossa nova Colunista: Adriana Tereza Petrocelli

Bel Gimenez13 de janeiro de 2018
O preço do cobre, os veículos elétricos e a energia renovável

O preço do cobre, os veículos elétricos e a energia renovável.

Roberto Mangraviti12 de janeiro de 2018

Desmatamento na Amazônia, é um estrago irrecuperável?

Roberto Mangraviti10 de janeiro de 2018

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »