Artigos

Suíça e a “ Estratégia 2050”.

Suíça e a “ Estratégia 2050”.

O povo suíço, numa demonstração de elevação cidadã, aprovou numa votação um novo modelo energético, que visa promover energias renováveis, além de proibir a construção de novas usinas nucleares.

Este “pacote energético”, recebeu o nome de Estratégia 2050, e ganhou força na sociedade suíça após o acidente nuclear de Fukushima, no Japão, em 2011.

Alemanha, também segue neste passo, organizando-se para desligar suas usinas nucleares (comuns na Europa por falto de rios adequados) por volta de 2025/2030, mas para a Suíça o envolvimento popular mostra esta consistência ampla, considerando que somente Argóvia, Glarus, Obwalden e Schwyz, rejeitaram a nova lei.

Num país, onde o gelo dos Alpes é a “forma” de água, a Suíça  conta com cinco centrais nucleares (1/3 da matriz  energética),  que possuem uma vida útil até meados do século em curso, além das fontes termelétricas e hidrelétricas.

Compõe ainda a “Estratégia 2050”, a redução individual de consumo  de cada cidadão em 16% até 2020 e em 43% até 2035(*).

E outros esforços serão imputados aos cidadãos, com o aumento dos preço das tarifas atuais,visando financiar fontes limpas como solar, eólica e geotérmica, a biomassa e o biogás.

Caberá aos governos que dirigirão a Suíça, nos próximos35 anos avaliarem estes impactos na sociedade além das questões turísticas, decorrentes de placas solares e geradores eólicos que poderão prejudicar a linda paisagem dos Alpes.

Contudo o mais importante, é a dinâmica democrática que estas demandas estão sendo conduzidas.

(*) redução calculada tomando como base o ano 2000.

Imagens Wikipédia

Texto: Roberto Mangraviti
contato@sustentahabilidade.com

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Artigos

Economista e Facility Manager em Sustentabilidade. Editor, diretor e apresentador do Programa Sustentahabilidade.com pela WEBTV. Consultor da ADASP- Associação dos Distribuidores e Atacadistas do Estado de São Paulo e colunista do site do Instituto de Engenharia de São Paulo.

Mais em Artigos

Mundo Verde

“Mundo Verde” projeta crescer 25% em 2018

Roberto Mangraviti24 de novembro de 2017
Motivação_Herzberg

Teoria da Motivação de Herzberg (3).

Roberto Mangraviti23 de novembro de 2017
Bolsa Família

O Bolsa Família ocultou a taxa de desemprego real?

Roberto Mangraviti22 de novembro de 2017
QSMS-RS e Sustentabilidade

Mais líderes na gestão de QSMS-RS & Sustentabilidade

Roberto Roche20 de novembro de 2017
Motivação

Teoria da Motivação de McClelland(2)

Roberto Mangraviti17 de novembro de 2017
Infraestrutura

Infraestrutura no Brasil – Concessionárias as únicas com bons resultados( Parte 3)

Roberto Mangraviti16 de novembro de 2017
Gestão Ambiental Portuária

Gestão Ambiental portuária, Ônus ou Oportunidade?

Roberto Roche14 de novembro de 2017

Motivação na ótica de Maslow

Roberto Mangraviti13 de novembro de 2017
Adam Smith

Lições para o Brasil – Adam Smith

Roberto Mangraviti12 de novembro de 2017

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »