Artigos

Tiririca…Uma lição para o cidadão que se julga politizado!

Tiririca…Uma lição para o cidadão que se julga politizado!

Responda de bate pronto … qual o partido do Tiririca?

Confesso que não sei (e ainda não fui procurar saber até iniciar este texto).

O cidadão brasileiro, na sua maioria, defende o político A (da direita) ou B (da esquerda) fundamentado em histórias do passado, em currículo ou conceitos preconcebidos, que acabam não se sustentando ao longo do tempo. Mas por orgulho, este típico brasileiro, não muda JAMAIS sua opinião independente das notícias e fatos escancarados que estão mostrando uma triste realidade no campo da política.

A última lista da operação Lava Jato, contendo cerca de 3 centenas (sim centenas), de parlamentares confirma isto. É uma “Lista de Schindler” às avessas que de tão extensa, não pode ser citada nos jornais da TV, pois seria necessário horas de jornalismo.

E cadê o nome do Tiririca? Não aparece. Muito pelo contrário. A delação premiada de Delcídio do Amaral, destaca o probidade daquele palhaço profissional, que está se tornando ironicamente, o único homem sério do cenário político.(*)

Se você, caro leitor, assim como eu, havia achado a eleição de Tiririca um absurdo, chegou a hora de dar a mão à palmatória.

Quem disse que a Nação deve procurar gente estudada ou de sucesso empresarial para nos representar? Isto é pré-conceito!

Quem disse que a Nação, deve então procurar, na outra ponta, gente simples ou pouco estudada ou dentro das classes operárias, para nos representar? Isto também é pré-conceito, pois pobreza na infância ou estudo incompleto, não caracteriza probidade administrativa ou seriedade na condução da vida pessoal, familiar ou política.

Quem disse que a Nação deve apoiar o partido A ou B, independente dos fatos? Outro pré-conceito tolo!

Temos que localizar e apoiar GENTE BRASILEIRA DE VERDADE, acima de tudo e de todos em todos os campos da vida: profissional, pessoal e claro, político! Esqueçamos as siglas, ou os papos furado de passado pobre. Ou ainda o “currículo” que siclano fez isto ou aquilo em prol do povo (pois isto é obrigação para quem ganha … e muito para fazer isto).

Portanto, peço desculpas ao Tiririca, em nome da Nação brasileira, e de quem tenha por ventura, dado risadas quando eleito.

Na verdade, tenho que admitir que o palhaço, sou eu. E pior … como não sou profissional da bela arte circense, sou um palhaço amador. E terei que evoluir muito, para me tornar um homem-palhaço, do nível de um Tiririca.

Peço a Deus que o nobre deputado, não me decepcione, e que não apareça no futuro, nada que o desabone quanto ao seu caráter, pois neste caso, não terá se salvado ninguém!

Mas o fato atual me obriga a dizer, prezado Senhor Francisco Everardo: Desculpe-me!

PS : decidi não procurar o partido do Tiririca no  Google, não me importa!

 

 

Foto de Capa: http://www.onordeste.com/onordeste

Autor: Roberto Mangraviti

contato@sustentahabilidade.com

(*) Na delação premiada, Delcídio do Amaral cita: “ que foi ofertado R$500 mil para o deputado Francisco Everardo, vulgo ‘Palhaço’ Tiririca e que este  expulsou o operador do esquema do local e depois enviou uma carta pessoal para Delcídio e  pediu para que nunca mais o senador lhe oferecesse dinheiro por seu voto, pois ele prefere votar de acordo com aquilo que acredita ser o melhor para o Brasil.

 

 

 

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Artigos

Pedagoga, Produtora, Diretora Comercial e de Tecnologia, do Portal Sustentahabilidade.com. Especialista em planejamento de recurso corporativo, gestão de processos e projetos.

Mais em Artigos

São Paulo

Cidade de São Paulo – TODOS são “fumantes”.

Roberto Mangraviti9 de dezembro de 2017
Leite e Qualidade

Leite: qualidade, processamento e as nomenclaturas comerciais.

Convidado8 de dezembro de 2017
Pré-História

Homem … 45 mil anos de impacto ambiental

Ricardo Rose7 de dezembro de 2017
Gestão Ambiental

Gestão Ambiental portuária, Ônus ou Oportunidade?

Roberto Roche5 de dezembro de 2017
equipes

Equipes de Crise Corporativa

Roberto Mangraviti2 de dezembro de 2017
Energia Aeólica

A Cidade de Saerbeck planejou e realizou o futuro.

Roberto Mangraviti1 de dezembro de 2017
Demitir Clientes

Momento(s) de “demitir” um cliente !

Roberto Mangraviti30 de novembro de 2017

A revolução das impressoras 3D: Impressão de pontes de aço

Cristian Reis Westphal29 de novembro de 2017
Gestão Hospitalar

A moderna gestão hospitalar e a questão ambiental.

Roberto Roche27 de novembro de 2017

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »