Artigos

TV Mulher-inovação nos programas femininos na tv

TV Mulher-inovação nos programas femininos na tv

O dia era 07 de abril, o ano olímpico era de 1980, e o programa que estreava, na Rede Globo, naquela data iria entrar para a história da TV por uma gama de razões:

TV Mulher Criativa criação do genial sorocabano Nilton Travesso, TV Mulher, desde seu início reuniu uma equipe competente, diversificada e esmerada. Em sua apresentação a jornalista Marilia Gabriela, que vinha de sucessos em reportagens no Fantástico e no Globo Repórter e o advogado Nei Gonçalves Dias, já renomado no rádio paulista. Gabi, já na estréia, conduzia o quadro “Ponto de Encontro”, caracterizado sempre como uma entrevista, ao vivo, com uma grande personalidade. A primeira foi a “Pimentinha ” Elis Regina. E outras históricas entrevistas ocorreram, com Adoniran Barbosa, Clara Nunes, Rita Lee (que cantou a música de abertura deste Programa). Na festa de segundo aniversário do Programa, Gabi entrevistou Fernanda Montenegro, com grande audiência e contundente repercussão, num programa, ao vivo, que teve quatro horas e meia de duração.

Outra grande inovação que acompanhou o TV Mulher desde seu princípio foi o quadro sobre sexualidade, apresentado pela psicóloga e futura Prefeita de São Paulo Marta Suplicy. Tratando de inéditas questões na televisão brasileira, esse quadro, chamado Comportamento Sexual, logrou sucesso desde o início. Como também dois grandes personagens da segunda metade do século vinte aceitaram o convite do Diretor Nilton Travesso para já no primeiro ano do TV Mulher, para terem presença fixa ali. O primeiro, o célebre costureiro Clodovil Hernandez, tinha seu quadro de Moda e Elegância, com comentários muito apropriados sobre estilismo e o segundo, o Cartunista Henfil, tinha o TV Homem, um quadro satírico, inicialmente exibido em branco e preto, onde ele, no alto de sua grande perspicácia, comentava assuntos da realidade nacional, em constante transformação, com o declínio do Regime Militar, no alvorecer dos anos 80. Tanto Henfil, quanto Clodovil recebem o Premio APC  A daquele ano, pelo sucesso de suas participações no TV Mulher.

Com o passar do tempo, novos e talentosos profissionais televisivos foram se somando : a escritora Marília Raja Gabaglia em 1981 , com seu consultório sentimental, Marilu Torres, com a culinária, Fanny Abramovich, com a secção infantil e em 1984, Marilia Gabriela e Ney Gonçalves Dias deixam a apresentação do programa, sendo substituída pela Atriz Ester Goes e o Radialista Cesar Filho . O marcante quadro de entrevistas “Ponto de Encontro” passa a ser realizado pela competente Atriz Irene Ravache. Em 1986, já sendo apresentado pela Jornalista Amália Rocha, TV Mulher logo após completar seis anos ininterruptamente no ar, deixa a programação global, deixando um legado de arrojo, ousadia, bom jornalismo e entretenimento de alta qualidade, configurando ao lado de outras destacadas criações de Nilton Travesso (competentemente assessorado pela Jornalista Rose Nogueira e pelo Produtor Durval Honório) , como o musical Som Brasil (1981) e o infantil Balão Magico (1983) um dos grandes Programas de TV da década de 80.

Autor:Fabio Rejaili Siqueira

contato@sustentahabilidade.com.br

Clique para adicionar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Artigos

Bacharel em Direito, Bacharel em Ciências Sociais e e pesquisador da história da televisão brasileira. É um dos fundadores do Jornal São Paulo em História.

Mais em Artigos

Motivação

Teoria da Motivação de McClelland(2)

Roberto Mangraviti17 de novembro de 2017
Infraestrutura

Infraestrutura no Brasil – Concessionárias as únicas com bons resultados( Parte 3)

Roberto Mangraviti16 de novembro de 2017
Gestão Ambiental Portuária

Gestão Ambiental portuária, Ônus ou Oportunidade?

Roberto Roche14 de novembro de 2017

Motivação na ótica de Maslow

Roberto Mangraviti13 de novembro de 2017
Adam Smith

Lições para o Brasil – Adam Smith

Roberto Mangraviti12 de novembro de 2017
Animal Pré-histórico

Animais que “deram as caras” depois da extinção dos dinossauros

Karen P Castillioni11 de novembro de 2017
quando o medicamento vira droga

Quando o analgésico mata

Dependência Química9 de novembro de 2017

Infraestrutura – Brasil no descompasso internacional (2)

Roberto Mangraviti8 de novembro de 2017
Políticos Ranking

Dica de Hoje: site faz “Ranking” de políticos.

Roberto Mangraviti7 de novembro de 2017

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com

Translate »