Artigos

A indústria e a questão da sustentabilidade no dia a dia

A indústria e a questão da sustentabilidade no dia a dia

O efeito da ação antrópica sobre o meio ambiente aumentou significativamente a partir do início da Revolução Industrial, e agora como consequência sentimos a deterioração deste cada vez mais impactando em nossas vidas e na questão econômica.

Desde este período até nossos dias, o impacto das atividades industriais, dos aglomerados urbanos e da expansão da agricultura sobre a biosfera só vem aumentando.

Vejamos o exemplo do consumo de água que a bem pouco tempo era desprezada e desperdiçada e que agora passa a ser quase um commodity.

Feliz a indústria que passou a ter uma visão sustentável do seu negócio há alguns anos.

E que situação preocupante se encontram aquelas que estão fechando suas portas ou diminuindo sua produção por não ter tido uma ação sustentável no passado.

Sou do tempo em que como colaborador do departamento de meio ambiente era olhado com certo desdém por todos da corporação, e graças a deus estou vivo para presenciar ascensão da função agora com direção e respondendo diretamente ao CEO.

O aumento da preocupação com o meio ambiente exerceu um grande impacto sobre as atividades empresariais.

A partir de meados da década de 1980, a maioria dos países criaram leis ambientais ou tornou as existentes mais restritivas, regulando as atividades industriais e comerciais, no que concerne a seus impactos sobre o solo, a água e o ar.

A partir deste momento foram adotados novos padrões de qualidade para o ar e as águas, padrões de emissão para os efluentes industriais líquidos e gasosos e sistemas de licenciamento das atividades poluidoras, contando ainda com relatórios de avaliação de impacto ambiental.

Indústria na Construção

Com a questão da sustentabilidade um novo conceito de gerenciamento do negócio surge além de como principal objetivo a melhoria da atuação e o aumento da produtividade, através de técnicas de gestão, uso de tecnologias, mas junto com uma visão de sustentabilidade.

Essa nova gestão vem a incorporar todas as modernas práticas administrativas e inovações tecnológicas como ferramentas para uma atuação empresarial responsável, baseada nos parâmetros do desenvolvimento sustentável.

No aspecto legal, a maioria dos países estabeleceram legislações ambientais específicas, tratando de assuntos como: recursos hídricos, recursos minerais, áreas marinhas, pesca e caça recursos florestais, turismo, produtos químicos e poluição atmosférica.

Criaram-se leis específicas regulamentando a obrigatoriedade de execução de EIA (Estudos de Impacto Ambiental), o correto gerenciamento e disposição final de resíduos perigosos, a lei de crimes ambientais, e normas estabelecendo padrões para emissões atmosféricas e níveis de tratamento de efluentes.

A rapidez com que a legislação de proteção ao meio ambiente vem caminhando implica, para as empresas, uma multiplicação de gastos com as adaptações sequenciais.

Isso começaria a afetar a própria flexibilidade das operações, que teriam de ser repensadas e realocadas a cada mudança legal, aumentando os custos.

É por isso que, muitas vezes, fica mais econômico antecipar-se à lei do que a seguir a cada compasso.

Uma atitude preventiva, portanto, da parte da gestão estaria protegendo seu negócio não só sobre possíveis desastres presentes, mas, sobretudo contra inúmeros problemas ambientais futuros.

O raciocínio de longo prazo é uma exigência inerente à questão da sustentabilidade.

A empresa deve estar atenta a todas as exigências legais que visem à proteção do meio ambiente, a fim de zelar por sua imagem institucional junto à sociedade, evitando ainda, um passivo ambiental, que possa comprometer seu pleno funcionamento.

 

Texto: Roberto Roche
contato@sustentahabilidade.com

Imagem: Portal da Indústria

Outros Textos do Autor

Marketing, sustentabilidade e prevenção ambiental

Artigos

Desenvolvedor de estratégias, nas áreas de Qualidade, Segurança, Meio Ambiente, Saúde e Responsabilidade Social com pós-doutorado na Aberdeen University (RU), MBA em Harvard (EUA), PhD em UCLA(EUA), MSc/ (EUA) e BSc /UFRJ.

Mais em Artigos

Dia da Árvore e o bem estar

Dia da Árvore e o bem estar !

Roberto Mangraviti21 de setembro de 2020
Bioinseticida combatendo a mosca branca na agricultura

Bioinseticida combatendo a mosca branca na agricultura

Roberto Mangraviti7 de setembro de 2020
Unicórnio nacional é destaque no mundo dos negócios ambientais

Unicórnio nacional é destaque no mundo dos negócios ambientais

Roberto Mangraviti8 de agosto de 2020

Energia limpa crescendo em 2020 no Mundo

Roberto Mangraviti3 de agosto de 2020
Novo marco legal do saneamento

Novo marco legal do saneamento

Roberto Mangraviti26 de julho de 2020

Conheça do benefícios das plantas medicinais e aromáticas

Isabel Gimenez20 de julho de 2020

Primeiro pivô de irrigação por energia solar é lançado no Brasil

Roberto Mangraviti13 de julho de 2020

Biosolvit é ganhadora do Virtual South Summit de Sustentabilidade

Roberto Mangraviti28 de junho de 2020

Transações online de gado ganham força durante pandemia

Roberto Mangraviti15 de junho de 2020

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Sustentahabilidade - Todos os direitos reservados.
Os artigos publicados neste Portal, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. Para mais informações: contato@sustentahabilidade.com

Outros emails específicos: classificados@sustentahabilidade.com dependenciaquimica@sustentahabilidade.com